segunda-feira, junho 09, 2008

É possível fugir da calvície?

O primeiro passo é descobrir se a tendência existe. “Se o homem tiver o pai ou o avô calvo (ou ambos), as chances aumentam muito. Uma forma de descobrir a tendência é realizar um exame de sangue, para saber se suas taxas de hormônio podem colaborar para esse quadro”, aconselha o médico. “Quanto mais cedo houver o diagnóstico, melhor o resultado e mais simples o tratamento”, diz a dermatologista Karla Assed, do Rio de Janeiro. E ela alerta: “O maior sinal da doença é a diminuição rápida do volume do cabelo”. E o problema começa a dar sinais antes mesmo dos 18 anos.
O básico da prevenção é lavar bem os cabelos em dias alternados, com o xampu indicado para o seu tipo de cabelo. Nada de pegar o primeiro que estiver dando sopa no banheiro. “Para retardar o processo, o paciente deve consultar um médico, para fazer uso de um medicamento da família da finasterida, por exemplo”, explica Bedin.
O uso da finasterida, eventualmente, pode diminuir o apetite sexual, mas, isso acontece em menos de 2% dos casos e, se ocorrer, é totalmente reversível com a suspensão da medicação, pois ela age sobre o hormônio DHT (e o responsável pela libido e características sexuais masculinas é outro, a testosterona). “Esse sintoma é mais comum em pacientes na faixa dos 40 anos. Mas, o fator psicológico influencia muito. Alguns pacientes ficam impressionados e aí sentem a queda da libido”, diz Arthur Tykocinski, dermatologista especializado em tratamentos capilares, também de São Paulo.Existem opções ao medicamento anti-hormonal (finasterida): são os produtos para aplicar no couro cabeludo. "Medicações de uso tópico são mais trabalhosas e têm mais chances de provocar irritação. A vantagem é que quase não há efeitos colaterais”, Diz Arthur. “Além desses recursos, existem os fitoterápicos, loções e xampus”, comenta Arthur, apesar de seguir essa linha.
Transplante
Hoje em dia, muitos homens recorrem a técnicas para recuperar o cabelo perdido. E elas são eficazes. O médico faz um transplante das células-tronco dos cabelos que nascem para o local onde os fios não crescem mais. E eles voltam a nascer normalmente. Porém, atenção, os cuidados devem continuar para o resto da vida.
“Calvície não é queda de cabelo e, sim, um afinamento dos fios”,
Fonte:Vitor Murad(notícia-IG estilo)

3 comentários:

gramocharles disse...

Confirmo o fato da calvície se tornar "pública" após os 18anos e afirmo, não tive problema nenhum em assumi-la.
Fazer uso permanente de medicações somado ao efeito colateral da impotência sexual apenas pra mantér estética é vaidade demais. Nada contra quem dá valor pra seu pente.

Anônimo disse...

MARIANA. SOU CARECA,SOMENTE TENHO ALGUNS CABELOS NOS LADO E ATRAZ DA CABEÇA...MAS NÃO ME INCOMODA NÃO...MEU PAI QUANDO EU NASCI ELE JA ERA CARECA, POIS DIZEM QUE QUANDO CRIANÇA TEVE "TIFO" E ISTO FAZIA CAIR OS CABELOS E NELE NUNCA MAIS VIERAM.JADER.-

Anônimo disse...

MARIANA. SOU CARECA,SOMENTE TENHO ALGUNS CABELOS NOS LADO E ATRAZ DA CABEÇA...MAS NÃO ME INCOMODA NÃO...MEU PAI QUANDO EU NASCI ELE JA ERA CARECA, POIS DIZEM QUE QUANDO CRIANÇA TEVE "TIFO" E ISTO FAZIA CAIR OS CABELOS E NELE NUNCA MAIS VIERAM.JADER.-