sexta-feira, junho 06, 2008

Ibama multa madeireira de milionário sueco na Amazônia

Reportagem publicada na edição desta sexta-feira da Folha , informa que Ibama no Amazonas multou em R$ 450 milhões a madeireira Gethal, pertencente ao empresário sueco-britânico Johan Eliasch.
As multas referem-se ao comércio e transporte de madeira nobre da floresta na região de Manicoré (AM) --699.809 m3 ou 230 mil árvores-- sem seguir a legislação ambiental brasileira. A madeireira de Eliasch também não teria cumprido acordo firmado com o Ibama.
Eliasch se apresentou como dono de 160 mil hectares de floresta que adquiriu em 2005 do grupo GMO Renewable Resources, nos municípios de Itacotiara, Manicoré e Lábrea.
O Incra estuda pedir o cancelamento de registros de terras na Amazônia supostamente adquiridas pelo empresário sueco Eliasch. O presidente do Incra, Rolf Hackbart, determinou à Superintendência do Amazonas que comprove a titularidade das terras.
Se for constatada alguma irregularidade, o Incra informa que pedirá o cancelamento dos registros na Justiça Federal.

2 comentários:

Antonio Paulo disse...

A Justiça deve sem pensar muito, acabar com esse aventureiro trambiqueiro e expulsa-lo do País logo.

Anônimo disse...

mariana. ja temos muitas terras que não estão mais nas maos do Brasil ou de Brasileiros...podes ter ceretzaq muitas ONGs estão lá como proprietarias de muitos estrangeiros...vamos acabar ficando sem Amazonia.-Jader.-