quarta-feira, maio 21, 2008

Caso Banrisul

Ontem o vice-gov. defendeu que o pres. do Banrisul, F.Lemos, seja afastado por causa dos contratos firmados sem licitação com a Fundação de Apoio da Faurgs. Feijó afirma que as irregularidades que ocorrem no Banrisul são similares às que ocorreram no Detran. E no início do mês, promotores do MP anunciaram que consideram ilegais a dispensa de licitação e a subcontratação de empresas. Desde 2000, o Banrisul repassou cerca de R$ 91,7 milhões para a Faurgs, referentes à consultoria estratégica e serviços de informática. Apesar de ser responsável pelos serviços, a fundação terceirizou a execução das tarefas a empresas privadas. O problema também foi apontado por uma inspeção do TC em janeiro, que tb apontou irregularidades nos contratos com a Faurgs.
Escutei a entrevista hoje na rd.Gaúcha à qual Feijó disse q ele como vice-gov tem obrigação de querer as apurações dos fatos.
Disse q 18 milhões sairam do banco mas não foi registrado na fundação.
Tentou entregar nas mãos da Yeda na quinta-feira passada o relatório do MP,ao qual ela recusou receber.
Feijó falou que não tem nada contra o Banrisul, mas contra a gestão Lemos..Ele relembra que ainda no governo Rigotto sabia de problemas na instituição, mas que apenas era líder de uma entidade sindical. Ao se tornar vice-gov, outras denúncias sobre o banco chegaram até ele.
Outra irregularidade apontada por Feijó seria a contratação de técnicos por 800 horas/mês, o que seria impossível.
Acho q a Yeda está sendo omissa neste caso, não sei o porquê.
Este assunto é caso de polícia.

6 comentários:

Antonio Paulo disse...

Há muito Paulo Feijó vem batendo na mesma tecla, se ele tentou entregar a Yeda alguma prova ou indicio de irregularidades e a sra governadora fez vistas grossas ao vice o qual com certeza queria ver longe, começo a desconfiar da compra do seu imóvel, e acredito mesmo que o caso Detran é café pequeno se comparado a esse do Banrisul mas vamos esperar e ver no que vai acontecer.

Anônimo disse...

O novo jeito de governar é o velho jeito dos macacos velhos.A Yeda é mais q omissa........

José Machado disse...

A Yeda está protegida pela rbs.Vc não percebeu?O Feijó é corajoso.

Cris disse...

ainda vai sobrar para o Feijó,acho q irão querer desqualificar ele.

Anônimo disse...

Se o governo fosse do PT,a reação da imprensa seria bem diferente q a que tá tendo com est caso do Banrisul é creio ser pior q o detran.parece q a rbs tao pisando em ovos.não é só a Yeda q é omissa.

Anônimo disse...

Isto vai feder,não sei para quem,mas q vai vai,