segunda-feira, maio 19, 2008

Brasil é 3º principal destino da UE entre emergentes

O volume de investimentos diretos da União Européia no Brasil durante o ano passado foi maior do que o recebido pela China e colocou o País em terceiro lugar entre as quatro principais economias emergentes, grupo chamado de Bric que inclui também Rússia e Índia.
Dados divulgados nesta segunda-feira pelo Gabinete de Estatísticas da União Européia (Eurostat) mostram que o bloco investiu 7,1 bilhões de euros no Brasil em 2007. A Rússia liderou o grupo, ficando com 17,1 bilhões de euros.A Índia, em segundo, recebeu 10,9 bilhões de euros, mais de cinco vezes os 2,5 bilhões de euros que havia recebido em 2006. Já os investimentos diretos da União Européia na China - excluindo Hong Kong - despencaram para 1,8 bilhão de euros, ante 6 bilhões de euros em 2006, a despeito do forte interesse da mídia no país oriental, apontado como força econômica emergente na Ásia. A queda colocou a China como o destino menos preferido dos investimentos da União Européia entre as quatro grandes economias emergentes.
Eurostat define investimento estrangeiro direto (IED) como o capital de longo prazo aplicado numa empresa de outro país e que dá ao investidor mais de 10% dos direitos de voto no conselho de administração da companhia. As informações são da Dow Jones.
fonte:Último Segundo.

Um comentário:

Antonio Paulo disse...

Não sei dizer se o Brasil já decolou, continua um País como é citado emergente, ou se ainda continuamos a ser enganados, porque é claro se julgarmos a miséria em que muita gente ainda vive por aqui, fico pensando por falta de conhecimentos que ai tem muita propaganda.Afinal talvez eu precise de uma injeção de animo tamanhas decepções já vividas no cenário politico e administrativo desse País.