quarta-feira, setembro 09, 2009

Dez dicas gaudérias para assar com perfeição


Para não passar vergonha ao assar carne para os amigos, como aconteceu com o Lula ao tentar oferecer um churrasco ao presidente da França.
Eis as dicas para um churrasco perfeito, do patrão de um Piquete do Acampamento farroupilha, Claiton Azi:
Confira:
1) A escolha da carne
Para não errar ao escolher o corte, observe a cor e a textura da carne. O ideal é que seja avermelhada, com uma manta de gordura clara. Carnes muito magras são inadequadas porque torram facilmente.
. Uma dica é perguntar sobre a procedência da carne: a proveniente de animais criados em cativeiro tende a ser mais macia,porque o animal não desenvolve tantos músculos.
2) O tempero
A forma mais prática de salgar é usar sal grosso. A quantidade não importa porque a carne só vai absorver o necessário, mas o importante é temperar na hora de colocar no fogo.
Se a carne ficar de molho, tende a ficar salgada em demasia. Uma alternativa campeira é espetar a carne sem tempero e despejar salmoura,
feita com sal e água fervente, quando ela estiver quase pronta.
3) Ao espetar
Cuidado para que a carne seja bem distribuída no espeto, de modo a ficar firme.
No caso de cortes como costela, isso é garantido espetando rente ao osso.
4) O fogo
Os tradicionalistas recomendam o uso de lenha para que a carne fique mais saborosa. Mas a lenha deve ser do tipo ue faz brasa, para garantir a manutenção do calor.
5) A hora de levar ao fogo
A carne só deve ser colocada quando a churrasqueira estiver aquecida, com fogo em brasa. Se usar carvão, por exemplo, o momento certo é quando o carvão estiver vermelho.
6) Manejo dos espetos
O espeto deve ser colocado sobre o fogo com a parte do osso virada para baixo. Ao ser aquecido, o osso ajuda a cozinhar a carne.
7) Cozimento uniforme
Para garantir o equilíbrio, o assador deve monitorar a posição dos espetos e do fogo durante todo o cozimento.
8) Ao alimentar o fogo
O fogo não deve encostar na carne. Para que fique no ponto, ela deve ser cozida apenas com o calor das chamas.
9) O ponto ideal
Cada carne tem seu próprio tempo de cozimento, mas o ideal é não ter pressa. Uma costela demora pelo menos 1 hora e 30 minutos para
ficar no ponto.
10) Ao bater a carne
Depois que a carne estiver assada, bata a carne para tirar o excesso de sal .
Depois é só reunir os amigos e saborear o patrimônimo culinário gaúcho.
Bom apetite!

14 comentários:

Everson Russo disse...

Nossa, nesse horario, quase onze da manha, seu post deu fome...rs..rs...beijos e um lido dia pra ti.

angela disse...

Mariana
Agora é só mandar para a granja do torto...nunca um nome foi tão adequado kkkkkkk
beijos

Majoli disse...

Bem, domingo agora comemoramos o aniversário de minha amada mãe, e não é que teve um delicioso de um churrasco, ainda bem, pois senão ficaria com muita vontade de comer depois de ler este teu post.

Mas é bom ler todas estas dicas, são primordiais pra um bom churrasco.

Beijos minha querida, linda tarde pra você.

Lau Milesi disse...

Mariana, minha amiga. Dei um copy e vou plastificar para os "chursasqueiros" da minha família: são um desastre.rssr
Falando em plastificar, em Granja do Torto rs,lembrei da D.Marisa[com todo respeito à sua ausência]. Pra ela o churrasco tem que estar bem macio...não é? Sei não, as últimas plásticas a deixaram tão contida...no sorriso, imagino ao mastigar um churrasco mal feito. Meu Deus, quanto veneno!!!

Um beijo, Mariana

Pedaços de Tempo disse...

Querida Mariana,

Assim, não vale! quando comecei a ler este teu post, eram 20:17h, ou seja, hora de jantar..

Ufa... foi um verdadeiro sacrifício conseguir chegar até ao fim a esta hora, de tanta água que fiquei na boca...
Por pouco não deixei cair uma onda de água no teclado do meu portátil..

Obrigado pelas dicas, valeu!

Bjs quentinhos deste lado do atlântico,
CR/de

www.carlosribeiro-photos.blogspot.com

Antonio Paulo disse...

Minha amiga lembrei do meu sitio ai mesmo em Gravataí. Modéstia parte esse gaúcho aqui é especialista na arte do churrasco. E quanto a senadora Lau milesi rsrsrrs olha veneno no caso Marisa rsrsrrsrs.

Pena disse...

Olhe, Simpática Amiga:
Achei este cozinhado "picante", delicioso. Admirável.
Bom apetite, doce amiga enorme de criatividade e beleza.
Com respeito, estima e muita consideração.
Beijinhos amigos.

pena

Fantástica escolha.

ZildaeAntonio disse...

Oi, Mariana
Excelentes dicas!
Caramba, quando penso que sei muita coisa...
Adorei, muito obrigada!
Agora o Lula poderá fazer um churrasco decente...
Um abraço e tudo de bom!

Pedaços de Tempo disse...

Olá Mariana,

Quando poderes envia-me o teu endereço de email para o meu: carlosribeiro.photos@gmail.com

Obrigado,
CR/de
www.carlosribeiro-photos.blogspot.com

ONG ALERTA disse...

Tomara que tenha dado certo ....bom apetite...

seu gordo disse...

churras !!! alegria de gordo rsrsrs abraçao ...

Indiana disse...

Nossa até fome me deu!!!
O melhor churrasco realmente é o do Sul do Brasil.
Achei ótima a dica,parabéns.
bjs
INDIANA

Anônimo disse...

mariana. como sabes trabalhei no ramo agropecuario por 30 anos...e o melhor churrasco é feito na cova com lenha seca de eucalipto...e de preferencia deixa-la em brasa...e após colocar a carne...poucos minutos após...colocar o sal grosso...aprendi isto com uma Cidadão Uruguaio q era Capataz de estancia em Rosario do Sul...q após a carne estar pronta, retirava os ossos da carne com uma TORQUES, ficava a carne purinha e gostosa, macia como um bife de file mignon...um grande abraço, jader martins.-

Dalton França disse...

Maravilha, Mariana!
Você nos forneceu um verdadeiro compêndio sobre a autêntica arte de preparar e degustar um - seguramente - delicioso churrasco gaúcho.
Com toda certeza em minha próxima estada nocantinhodacurva o colocarei em prática. Assim como colocarei pra trabalhar incansavelmente todo o meu sistema dentário também... [rsrs]
Valeu. Um beijão!