quarta-feira, setembro 16, 2009

Por que somos contra a CSS ( nova CPMF)

Por Lucio Barcelos*

Lá vamos nós, mais uma vez. A economia está em crise, a arrecadação de tributos vem caindo e o governo federal, como sempre, pretende resolver o problema da crise da saúde metendo a mão no bolso dos cidadãos.
Do nosso ponto de vista, a proposta de um novo tributo para a saúde, no momento atual, beira o absurdo, considerando-se os itens abaixo numerados:
Primeiro – No intervalo de sete anos (2001 a 2008), o governo federal sonegou do setor saúde aproximadamente R$ 5,4 bilhões. A constatação é do Ministério Público Federal. Essa artimanha tem sido realizada através da inclusão, no Orçamento da Saúde, de gastos com o programa Bolsa-Família e outros programas de caráter assistencial.
É bom esclarecer que esse tipo de “maquiagem” do orçamento da saúde não é privilégio do governo federal. Estados e municípios são useiros e vezeiros nessa prática.
Segundo – A esses R$ 5,4 bilhões devem ser acrescidos R$ 14 bilhões que representam os valores que os segurados dos planos privados de saúde deduzem de seus Impostos de Renda. Ou seja, pagam por um lado e o Estado devolve (financia) pelo outro.
Terceiro – Em 2008, o Brasil pagou R$ 120 bilhões de juros da dívida pública, o chamado “superávit primário” (com o meu, seu, nosso dinheirinho). Para a saúde foram destinados R$ 48 bilhões. Possivelmente não utilizados na totalidade, em função dos “contingenciamentos” praticados pelo governo.
Quarto – Faz parte do escândalo do Senado a “descoberta” de que os senadores e seus dependentes gastam a absurda quantia de R$ 60 milhões/ano com assistência a saúde. Na Câmara dos Deputados, os gastos são semelhantes: R$ 55 milhões/ano.
Esses valores ultrapassam o orçamento próprio da imensa maioria dos 5.564 municípios brasileiros.
Quinto – O volume de recursos financeiros que o governo federal deixa de arrecadar através dos mais diferentes tipos de renúncias, incentivos, subsídios, filantropias, desvios, somados a corrupção, superfaturamentos e sonegações, representa, no mínimo, 10 vezes mais do que os R$ 12 bilhões que ele afirma que vai subtrair da conta dos correntistas.
Portanto, enquanto o governo federal não apresentar políticas claras e bem definidas para enfrentar e combater o conjunto dos problemas acima mencionados, continuaremos mobilizados contra a aprovação da “nova CPMF”.
*Médico sanitarista
Zero Hora 14/09/09

12 comentários:

Elaine Barnes disse...

É um prazer compartilhar e aprender no seu blog. Bjssssss

angela disse...

E ele tem toda razão, sem boas explicações e medidas para conter a sangria do dinheiro publico, não tem sentido criar novo imposto.
Beijos

ZildaeAntonio disse...

Oi, Mariana
Pensando bem se o atual governo era contra a CPMF, por que criar a CSS? E se a saúde, na opinião do presidente Lula "é quase perfeita", por que um imposto para arrecadar para a saúde. Além do que sabemos perfeitamente que a arrecadação não será destinada à saúde.
Um abraço e tudo de bom!

ONG ALERTA disse...

Eles querem é arrecadar, pois é isso que o governo buscar pegar dinheiro da população para aplicar...na saúde...educação...segurança...que bom se fosse!

estrella disse...

caro amigo a crise é generalizada, hoje, no mundo inteiro, só que os nossos governos estão sempre a maneira mais fácil para resolver esses problemas que enfrenta, neste caso, é tão fácil para eles para resolver os afectam os bolsos dos cidadãos nas necessidades fiscais aunmentando tais como medicamentos e cesta básica, os itens que serão sempre indispensáveis, e quem melhor para eles, buscando uma solução imediata, aqui no México estamos vivendo uma situação semelhante, Esta é a única coisa que gera mais criminalidade e da criminalidade, porque eles não deixam outra opção para aqueles que têm menos, saudações amigas, um abraço e benção com amor

Déia Arakaki disse...

Bom Dia Mariana...
Vim aqui agradecer a doce visita que fez ao me blog viu linda!!
Obrigada pelo comentario tão doce e agradavel , mas olha so nao sou maravilhoda nao menina kkkk. sou so uma pessoa normal tentando evoluir com a vida nada mais.
Linda foi realmente um prazer ter voce lá ..
Quamto ao seu post?
Eu penso assim : Se realmente essas taxas fosses usadas para beneficio do povo carente beleza, mais sabemos muito bem para onde vao ne?
Para o bolso dos politicos.

Enfim este é o nosso Brasil!!

Beijao Querida!!

seu gordo disse...

quando vejo que o governo so esta me ferrando ai espero que a camera dos deputados iria me proteger vejo os acordos bilaterais cadeiras sendo ocupadas por acordos absurdos estamos perdidos no planeta dos macacos

Bárbara disse...

Acho que já está na hora dos políticos pararem de roubar nosso dinheiro!
bjoo =)

Mahria disse...

Ah sinceramente Mariana, me sinto tão sem forças qdo vejo, leio sobre esses absurdos políticos. Me sinto "atada" sem saber o q fazer.

Esses dias li um post no Blog
"Como Assim Vanessa?"
http://comoassimvanessa.blogspot.com/2009/08/reclamar-pq.html

Li, parei, pensei... infelizmente somos nós, saem do meio de nós, esses políticos q aí então.


Bjinhos em ti
Mah

Antonio Paulo disse...

Sabes Mariana? estou pensando em tirar a barba pois quem acredita em papai noel?
Sei só as crianças mesmo. Pois acreditar nesse governo e nos seus aliados senadores e deputados só mesmo quem acredita em duendes noéis e coelhinhos da páscoa. Os caras são como o vento mudam de lado de ideais assim como quem muda de roupa. Como dizemos aqui no Sul chega de café de chaleira tchê!

Antonio Paulo disse...

Mariana voltei não resisti postei essa ciranda lá no blog do Ricardo Froes.

como pode no senado
presiderem só safados
sera que algum dia nos
veremos longe dessa fria

mamãe eu quero mamar
nessa teta nessa teta
aqui é nossa casa mata
não podemos abdicar
dessa mama-mata

ciranda cirandinha vamos...
mudam a m... mas as môscas...
são as mesmas
fora da roda só quem for lêsma

se algum dia talvez
a saudade apertar
não fique triste
o povo não sabe votar

eu voltarei sorrindo
não farei plástica
esse povo não tem memória
entre todos presidentes do senado
serei eu o maior gato da história

Antonio Campos.

Anônimo disse...

Mariana. independente de qualquer Governo q esteja no PODER...ou seja qualquer PARTIDO...SOU TOTALMENTE A FAVOR DESTA CONTRIBUIÇÃO...mas q na LEI SEJA DITO Q E PARA A SAUDE...mas o mais importante neste IMPOSTO NÃO É SEU PERCENTUAL...mas o bem q ele traz ao Pais, na fiscalização dos BANDIDOS SONEGADORES DE IMPOSTOS E LAVADORES DE DINHEIRO...foi desta forma q foram pegos diversos EMPRESARIOS BRASILEIROS Q ESTAO SENDO PROCESSADOS...(é q a Justiça é lenta e JUSTIÇA LERDA E MERDA)...e mais será q algum comentarista deste Blog viu os preços baixarem quando a CPMF caiu?Eu não vi nenhum, inclusive a gasolina...o arroz, o feijão, o sabão, o pão...O EMPRESARIO INFELIZMENTE SOMENTE PENSA NELE, NÃO NO PAÍS.- jader martins.-