segunda-feira, setembro 07, 2009

Existe alguém mais panga do que eu?


Cresci ouvindo minha mãe me chamar de estabanada, e hoje o Gerson me chama de “panguinha”. (é uma forma delicada de me chamar de pangaré).
Há uns 15 anos, estava eu “arrumando” a cozinha no apto de praia dos pais da minha amiga, o pai dela me dizia: ”Tornado, faz de conta que a casa é do vizinho e temos de entregar inteira.”
Sei que um dos meus defeitos é não ser nada delicada.
Quando criança, a mãe me mandou levar um doce num refratário de vidro para uma amiga, e pediu para eu tomar cuidado, pois poderia derrubar, lembro que segurei com tanta força, que quebrou na minha mão.
Estou sempre arranhando o Gerson e o Matheus, até já pisei no Pituco (afinal é um cachorro pequeno).
Numa das vezes que “arranhei” o Matheus “prometi” que na próxima reencarnação viria mais delicada. Ele me saiu com esta: ”só se tu fores um negão gay”. (ele não consegue me imaginar uma mulher delicada, e como eu defendo a raça negra e os homossexuais.Acha que somente assim eu não seria estabanada).
Nem meu filho acredita na minha recuperação.
Quando o Matheus era pequeno, estávamos para chegar à casa da sogra, ela tem tapetes na cozinha, tirou todos e disse que não era para por causa do Matheus e sim para evitar que eu caísse.
Pois não é que neste final de semana eu me superei, e até agora não estou acreditando.
Na noite de sexta para sábado, meio dormindo “meti” o dedo indicador no olho e arranhei. Senti dor, dormia e acordava...
Pela manhã meu olho estava inchado, não conseguia ficar com ele aberto mais que 30 minutos, e escorria lágrimas direto.
À tarde fui medicada, e após usar uma pomada, melhorei.
Estou cansada de escutar que pelo fato de eu ser “estabanada” preciso ter cuidado redobrado. Mas este defeito está além da minha capacidade.
Será que eu tenho jeito?

23 comentários:

Luciano Braz disse...

kkkkkkk
desculpe, mas morri de rir aqui!

Eu não sou nada "normal"então não posso dizer muito, meu pai dizia que eu não era desengonçado, só estava no planeta errado.

Mas olha acho que têm jeito sim, e o jeito é as pessoas se acostumarem com isto e recolherem os tapetes e cristais quando forem receber sua visita rsrsrs!


Querida, um abraço pra vc e sua familia, adoro demais vir aqui e te ler, e fico lisongeado quando recebo o carinho de tuas palavras.

A verdade é que meu espaço nem se compara a riqueza deste lugar.

Abraço guria!

Majoli disse...

Se você tem jeito, não sei responder não minha querida, mas te acho ESPECIAL e só tome cuidado pra não se machucar, fora isso siga assim mesmo, é uma particularidade sua e gosto de ler sobre ti.

Fiquei sorrindo muito aqui com tudo que li, quero dizer, fiquei como o Luciano, morrendo de rir...hehehehe.

Beijos minha querida e se cuide...rsrsrs.
Siba que gosto demais de vir aqui, sempre.
Bom feriado, meu carinho pra ti.

angela disse...

Esta fama sempre tive, não exatamente de quebrar coisas, mas deset distraida,esbarrar nas coisas, esquecer, com a idade...só piorou.
O melhor é ter as unhas curtas, evitar tapetes, moveis de ponta e ai ser feliz.
beijos

007BONDeblog disse...

Mariana

Boa tarde

Estou transformando a minha resposta ao seu comentário lá no BONDeblog em um post. E peço permissão para colocar a sua foto na matéria "Resposta a Mariana e o meu orgulho de ser brasileiro".

Fique tranquila que a resposta nada tem de agressiva, pelo contrário.

Se voce tiver alguma objeção a colocação de sua foto, me avise. A resposta já está lá no post onde você comentou, o post vai ao "ar' daqui a pouco.

Um abraço

mimbre disse...

Hola Mariana...
Realmente me rei de buena gana¡¡
Conozco muchas gente que tiene la desgracia de romper todo lo que toca y no lo hacen de malo, son simplemente descuidados¡¡
Gracias por tus palabras, AMIGA¡¡
Un abrazo y que tenga una buena Semana vos también¡¡
Osvaldo

Maria Bonfá disse...

vc e eu nos parecemos muito.. vivo tropeçando nas coisas batendo nos moveis e depois vejo manchas roxas e fico a me perguntar onde foi que bati? pelo menos depois de ler seu post vi que não sou só eu.. toque aqui amigas ? obrigada pelo carinho..vc é de uma generosidade imensa.. feliz por ter te conhecido..mesmo que só aqui..beijos

Ricardo Calmon disse...

Compartilhar e aprender?Miga amadérrima nossa!coce só nos ensina!ternura sua extrapola o bom senso do viver,e nos ensina,a simplicidade de sermos UNOS!
Amo Voce!Criatura Pessoa de Vida Nossa em Compartilhar!

Vida HUHUUUUUUUU VIDAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

Pedaços de Tempo disse...

Mariana,

Cada um é como é. E, como eu costumo dizer - Quem gostar de mim, terá de gostar tal como eu sou!

Mas, como crer é poder, se te esforçares um pouco mais talvez consigas "limar algumas arestas". Contudo, a tua essência é assim mesmo, e quem não estiver bem, que se ponha! eheh..

Por fim, obrigado pela vista ao meu “mundo”. Todavia, quem visita o meu mundo não vê apenas lindas imagens, também encontra uma envolvente crónica de viagem sobre terras e gentes de vida simples! Vê o meu post “Devagar, devagarinho, parado..”, que foi publicado em 2 dos maiores jornais de Portugal e, comenta a tua verdade.

Também gostei do teu canto e do teu perfil amoroso e estou a seguir-te!

Voltarei no final da semana para ver mais post´s teus. Até lá, também gostava de ter-te como minha seguidora...

Abraço deste lado do atlântico,
CR/de

Joice Worm disse...

hehehehe, Mariana. Até agora estou a rir. Acho que quando a gente marcar um encontro para se ver, tenho que aparecer com uma armadura. Hehehe...
Mas falando sério. Andava eu aqui a procura de uma inspiração para escrever mais um livrinho infantil e já descobri "uma personagem" para explorar nas minhas idéias. Ai, ai. Um espectáculo!!!!
Beijos, linda.

Everson Russo disse...

Simplesmente sensacional seu post, deve ser um desafio a cada manhã, tanto pra voce, quanto pra familia, na expectativa do desastre que voce vai proporcionar...rs..rs...engraçado o termo "panga", gostei, e adorei o "negão gay"...rs..rs...eu tenho aqui uma sobrinha que tambem não é lá muito cuidadosa com as coisas, e costumo brincar com ela que ela "é delicada feito um rinoceronte", e por mais resistente que possa ser, ela consegue quebrar, seja lá o que for...rs..rs..mas faz parte...beijos querida, obrigado pelo carinho da sua visita....otima semana pra ti,,,

ONG ALERTA disse...

Mariana que tu tenha uma boa recuperação, não estabanada talvez um pouco distraída sim , te cuida um grande beijo. Lisette.

Luísa N. disse...

Mariana, estou vindo do 007BONDeblog. Deixei lá um recadinho para ele e outro para você. É, amiga, precisamos investir muito em educação para chegarmos lá! Mas... se os políticos deixarem, não é mesmo?
Um grande abraço!

seu gordo disse...

otima semana abraço do gordo

Elaine Barnes disse...

Muito bom! Ri muito e adorei. Parabéns, vc escreve muito bem. Obrigada pela visita e apareça sempre. gde bjo

BANDEIRA disse...

Oi Mariana, tudo bem ?

hahahahahahahah !!!

Tô rindo pq tbm sou assim...
Qdo tô na cozinha todos percebem e ouvem minhas panelas batendo.
Moro em apartamento, daí estou sempre me policiando em relação a barulho. Gosto de ouvir música alta, mas não posso faze-lo, pq na convenção de condominio reza que não pode fazer isso,as vezes me dá vontade de fazer arrumação de madrugada nos armários e começa a pancadaria...tento não bater nas coisas, mas estou sempre fazendo barulho ou deixando algo cair . E assim por diante.

Bjs e obrigada pela visita

Ângela Coelho disse...

Achei uma igual a mim! Quando eu era menor vivia me machucando.
Se não quizeres cortar as unhas pelo menos te acostuma a usar luvas 24 horas por dia, pois te machucas até dormindo.
Não sei se tu consegues mudar mas vou rezar muito para que isto aconteça. kkkkkkkkkkk
Beijos no teu coração.

Poetiza disse...

Somos como somos y si asi somos felices sigamos asi. Un gusto leerte, besos, cuidate.

Pena disse...

Escreve deliciosa e fabulosamente.
Literáriamente e com interesse. Segue-se com beleza a sua magia escrita. Que linda, como VOCÊ.
"...Estou cansada de escutar que pelo fato de eu ser “estabanada” preciso ter cuidado redobrado. Mas este defeito está além da minha capacidade.
Será que eu tenho jeito?..."

Acho que é Ser Humano doce sendo assim mesmo. Há algo de precioso em si, mesmo arranhando incrivelmente, quer maravilhando tudo e todos pela simpatia.
Um texto lindo saído da sua maravilhosa pena de forma admirável, terna e extraordinária.
Parabéns sinceros.
Digo-lhe com seriedade e verdade: ADOREI!
Com imenso respeito, estima e amizade.
Beijinhos e tudo de bom.
Um texto repleto de pureza e beleza do seu maravilhoso sentimento deslumbrante.
Beijinhos.
Sempre a admirá-la

pena

OBRIGADO pela amabilidade e ternura deixada no meu blogue de escrita.
Bem-Haja, fantástica amiga.

(Carlos Soares) disse...

Mariana.Que divertido seu post. Minha mãe chamava de " estrupício" rs rs. Ou quando ela estava fazendo algo e a gente perguntava ela respondia; "é especula". Que bom lembrar isso. Mas eu também sou meio atrapalhado, não tão estabanado,até ando devagar parece que me desligo às vezes e saio trombando.Beijos

Anônimo disse...

mariana. todos nós temos nosso jeito de ser...nosso comportamento,nosso temperamento...e nao adianta falarem,falarem...pois não vamos mudar...continua como tu és a Mariana...guerreira,valente,amiga,interessada, é desta forma q te saúdo... nao mudes...um grande abraço Jader.-

Everson Russo disse...

Uma bela terça feira pra ti...beijos

ONG ALERTA disse...

Mariana não fala assim não te coloca para baixo são pequenos acidentes acontece com todos nós...

Beatriz Prestes disse...

Mariana.....
Que delícia te conhecer desta forma tão entregue e franca!!!rs
Teu texto é inteiro poético, pois quando o sentimento e a doçura escorrem por nossas mãos, o encantamento é inevitável!!!
Posso me atrever a dizer qual o jeito???rsr
O jeito é você continuar exatamente assim....cativante demais!
E que tirem os obstáculos, pois uma encantadora mulher vai passar!!!!rs
Beijão, obrigada pela visita e pelo carinho....VOLTAREI SEMPRE!
Bea