terça-feira, setembro 15, 2009

Missão super difícil:convencer um filho


Um amigo do Matheus com a mesma idade (13 anos) é coroinha, e agora decidiu que será padre.
O Matheus esta inconformado, não "aceita" a decisão do Guilherme.
Nós dois estivemos conversando mais de uma hora, e acreditem não consegui fazer com que ele aceite a decisão do amigo.
Colocarei aqui alguns argumentos meus e os dele:
Isso é uma demência querer ser padre.
É a vontade dele, cada um escolhe o que será, e ser padre é alguém que fará ações boas para os outros.
Eu faço o bem para os outros e não sou padre.
Há séculos há padres, eles vão envelhecendo, se aposentando e os novos virão, e porque não o Guilherme?
Para que padre, não precisamos de padre.
Precisamos para ele rezar a missa, batizar e fazer casamento.
Eu rezo sozinho,batizar pode ser em casa, antes não era assim? e para que casar na igreja, vocês não casaram.
Devemos respeitar a decisão, uns são padres, outros lixeiros, precisamos de todos.
Que de todos! de lixeiro sim, de padre não precisamos.Para que padre? Onde se viu, querer ser padre?
Precisa respeitar a decisão dele.
Então eu tenho que respeitar quem resolve usar crack?
......e assim foi mais de uma hora e não consegui fazer com que o Matheus aceitasse a decisão do amigo.
Encerrei a conversa e falei que pediria ajuda aos "universitários" e depois voltaremos a falar...
Bem os universitários são vocês, meu amigos....
Não posso admitir que não tenho argumentos para convencer o Matheus a aceitar a vocação do Guilherme.
Aguardo "ajuda"...
Apesar de ver no Matheus a "minha teimosia" diante de algo quando acho absurdo.
E para o Matheus é uma "demência" ser padre, uma função desnecessária na visão dele.
Mas acho que preciso convencê-lo a aceitar a escolha do Guilherme, afinal são amigos.

20 comentários:

Pena disse...

Oh, Doce Amiguinha Admirável:
"...Não posso admitir que não tenho argumentos para convencer o Matheus a aceitar a vocação do Guilherme.
Aguardo "ajuda"...
Apesar de ver no Matheus a "minha teimosia" diante de algo quando acho absurdo.
E para o Matheus é uma "demência" ser padre, uma função desnecessária na visão dele.
Mas acho que preciso convencê-lo a aceitar a escolha do Guilherme, afinal são amigos..."

Quem sou eu para dar opiniões, linda amiga...?
Acredito na sensatez e sobriedade das decisões pessoais de busca da felicidade que existe na vocação atenta e séria do nosso contributo de boa Cidadania, somente.
Somos livres de optar pelo que lutamos, pelos nossos sonhos, pela contribuição para construirmos um melhor futuro para aqueles que nos sucederão no Ciclo da vida.
Nunca aconselhei ninguém, nem espero fazê-lo, adorável e pura amiguinha de sonho.
Em face disto, ele que opte por um destino de que goste e se sinta pleno, feliz e realizado. Não sei que dizer mais...acredite?
É notável a sua solidariedade e ternura para com todos. Preocupa-se e, isso, é fabuloso.
Sempre a admirar o que executa com perfeição notável e fascinante bom gosto.
Beijinhos amigos linda amiga.
Com respeito e estima gigantes.

pena

OBRIGADO pela sua preciosa amabilidade e simpatia que registo com apreço e ternura.
Bem-Haja, por ser como é. Pura e Linda.
Numa palavra só: PERFEITA!
OBRIGADO.

seu gordo disse...

o eversom realmente tem belas poesias que bom q gostou obrigado otima semana

Elaine Barnes disse...

No descorrer da vida ele se convence sozinho rs... Obrigada pela gentil visita. Me senti feliz com o que disse. bjs

ummardesonhos disse...

Oi Mariana vm agradecer por sua visita.. és encantadora! e desejo de coração que vc consiga fazer seu filho passar por isso sem sofrer..ele está impotente diante de uma situação em que não pode fazer nada e se sente injustiçado..deve estar sendo muito dificil para ele.. mas acredito na sua doçura..e na sua delicadeza.. beijos querida..

Luciano Braz disse...

Oi Mariana

Se seu filho tivesse tal opção como objetivo de vida como vc reagiria?

Mais que isso se fosse irreversivel como amiga como vc o apoiaria na busca de sua felicidade?

Ensinar nosso filhos a Amar e ser AMIGOS é um grande desafio em nossas vidas, e sabe por que Mariana, por que o mundo esta carente de amigos e pessoas que são capazes de vencer todos os preconceitos pelo amor ao próximo.

Vc esta tendo uma chance única na sua vida, a chance de mostrar caminhos de autodesenvolvimento ao seu filho, de posse do REAL lhe proporcionar um momento de compreenção da vida, do respeito, dos sonhos e da Amizade e da cumplicidade.


Ensinar como fazer ?
e lhe tirar o direito de superar este momento especial de mãe?

Desculpe, mas seria um pecado contigo.

rsrsrs
Boa sorte rsrsrs !

Luciano Braz

Ângela Coelho disse...

Mariana! É muito difícil fazer um menino acreditar que existem vários caminhos para serem seguidos; e mais difícil é lhe mostrar que as vontades dos amigos devem ser respeitadas. Tens uma árdua missão, já criei dois filhos e eu sei o que estás passando. Te dou o maior APOIO. kkkkkkkkkkk
Beijos no teu coração.

Pelos caminhos da vida. disse...

Voltei!!!!!!

Obrigada pela sua visita,espero que vc volte.

beijooo.

angela disse...

Mariana
Argumentos serão muitos, prós e contras não faltarão, mas penso que o buraco é mais embaixo.
não deve ser uma questão da razão, mas sim da emoção, talvez o medo de perder o amigo, dele ficar muito diferente, das brincadeiras mudarem, dele se mudar, acho que vale a pena conversar com ele por esse caminho: o medo das mudanças e das perdas que ela pode trazer.
A vida ta cheia dessas...e ele esta na idade de começar a perceber isso.
Espero ter ajudado.
Beijos em você, no filhote e no amigo do filhote (quem sabe ele muda de ideia depois de algum tempo)

Poetiza disse...

Lindo leerte Mariana, te dejo un beso, cuidate.

Joice Worm disse...

Olá, amiga minha,
Que conversa interessante. No fundo estão os dois a aprender a aceitar. rs. O Matheus não aceita a decisão do Guilherme e a Mariana não aceita a opinião do Matheus e por aí afora.
Na verdade, O Matheus não tem necessidade de se convencer "hoje". Não se aprende tudo em um dia, nem em uma conversa, mas pode ter certeza que as suas palavras já estão gravadas na mente dele e algo já está se processando.
Para isso serve o "futuro". O Guilherme pode vir a ser outra coisa, o Matheus vir a ser padre, Mariana a aprender a se conformar e nós a calar. rs.
Ainda estamos muito longe de saber falar sobre os valores morais disto ou daquilo. Cada opinião tem uma razão e um objectivo para convencer o outro. Estamos no fundo lutando para a criação de um mundo à nossa medida. Nunca iria dar certo reunir de todos uma única resposta. Alguém ficaria sempre contrariado. Por este motivo a decisão-opinião do Gui, do Mat e da Mariana e a nossa inclusivé (como grupo) são quatro variedades.
Somos espécies a lutar para vencer e superar a nossa idéia como melhor.
É uma luta inglória e interminável.
Mas necessária.
Bem haja!
Seus textos me deixam assim... Começo a filosofar. rs.
Beijinhos para ti, linda.
(Deixa lá o Matheuzinho pensar um pouco sozinho. Vais ficar impressionada quando ele der outra opinião do assunto).
Muac!

estrella disse...

Olá amigo, difícil, Matheus situação convincente, embora ainda muito pequeno Guillermo, treze, muito mesmo, par empresa tem uma vocação, mas acredito que é mais correto entender Matheu, Guillermo, que é quem vai decidir se esse é seu vocação ou não, e para este ano, gratis ou S chamar ele quando voltar ao mundo, vivendo com amigos da família, e este ano é desis, muitas vezes há em que eles percebem, whichis vocação e amigo que aconteceu com o filho d emi, tem entendido que não pode continuar porque sua vocação desapareceram, retornando à vida quotidiana, dos amigos, divertido, bem amigo, você trabalha duro, sorte, uma abraçar com amor e bênçãos .... star light

Pedaços de Tempo disse...

Querida Mariana,

A sugestão que te posso dar é a seguinte:

1º: Pergunta ao Matheus o que é para ele ser um AMIGO, ou seja, vê se ele percebe bem o significado da palavra AMIGO;

2º: Independente da resposta dele que, certamente será incompleta.. diz-lhe que ser AMIGO é muito mais do que ter um companheiro com quem falar, desabar, ir até ao café/bar/discoteca, ir ao engate das miúdas, que é muito mais que ter um companheiro fiel; é, acima de tudo, RESPEITAR e ACEITAR um ser humano que é diferente dele não só no aspecto físico, mental, mas também nas preferências, nos gostos, na comida preferida, como é acima de tudo, ACEITAR as suas OPÇÕES DE VIDA. Porque se o Guilherme optou por ser Padre e, acha que isso é melhor para ele, que isso o faz FELIZ, então só resta ao Matheus aceitar esse facto, sabendo que a FELECIDADE DO SEU AMIGO SERÁ TAMBÉM A SUA;

3º Se perante isto ele continuar a ripostar, então querida amiga não tens outra hipótese do que dizer com muita firmeza a verdade nua e crua ao Matheus: AFINAL MATHEUS, TU NÃO ÉS AMIGO DO GUILHERME, POIS NÃO ACEITAS AS SUAS OPÇÕES! O GUILHERME É TEU AMIGO MAS TU SÓ ESTÁS A PENSAR NOS TEUS INTERESSES NO TEU BEM ESTAR E NÃO NO BEM ESTAR DELE! O GUILHERME É TEU AMIGO MAS TU ESTÁS A PROVAR QUE NO FUNDO NÃO ÉS AMIGO DELE!;

4º Se perante tal afirmação o Matheus continuar na dele, então perante tamanha casmurrice, só te resta dar tempo ao tempo e, talvez o Matheus caía em sim, e venha mais tarde aceitar a decisão do seu amigo Gulherme.

Boa sorte minha amiga,
CR/de
www.carlosribeiro-photos.blogspot.com

Ricardo Calmon disse...

O Matheus sábio é,Mariana,ser padre hoje em dia,conflituoso é por motivos vários,mas o maior deles é a pedofilia.Voto de castidade,viver o irreal como de Deus procurador,também é complicado!Data Venia,Matheus é de uma lucidez e sensibilidade maravilhosa!

Bzito Mari Amada!

Viva Vida!

Antonio Paulo disse...

Cara Mariana ontem estive ai nessa bela Gravataí fui a uma cerimônia na igreja Nossa Sra. as Graças. Meu neto de 11 anos prepara-se para receber a comunhão. E durante a palestra o pe. disse que é nescessário que apareçam mais homens e mulheres para ajudarem nessa difícil tarefa de evangelização. Ele comentou que os padres morrem aposentam-se e essas vagas não são mais preenchidas como antigamente. Portanto estas certa e esse teimosia do Matheus passara quando ele entender melhor o que é a vida.

Bárbara disse...

Eu tenho uma amiga que ser freira,eu não vejo nenhum problema nisso se a pessoa tiver mesmo vocação,eu jamais seria mas...
Temos que aceitar as decisões alheias porque não podemos decidir pelas pessoas,inclusive quem resolve usar drogas,podemos até discordar mas temos que aceitar porque a decisão é só da pessoa,podemos até aconcelhar mas a pessoa é quem decide e espero que eles não deixem de ser amigos por causa dessa decisão!
bjoo =)

Luiz Caio disse...

Oi Mariana! Como vai?

Matheus também decidiu que não vai aceitar a decisão do amigo... Insistir em tentar convencê-lo do contrário, creio que sería contraditório! Partilho da opinião da Elaine Barnes... O melhor é deixar que ele, por si só, compreenda que deve sim, respeitar a opção do amigo!

DETALHE! Há uma grande diferênça entre respeitar e aceitar... Respeitar é menos complicado do que aceitar!

Respeitar é obriagação, e aceitar é opção!

OBRIGADO POR SUA AMÁVEL VISITA!

TENHA UMA LINDA TARDE!

Beijos.

Olavo disse...

A vida...cheia de pequenos mistérios...mas é a vida.
E assim caminhamos ....
Um abraço

Joice Worm disse...

Já visitou o meu Pequeno Milagre? Foi em homenagem a ti!!
http://opequenomilagre.blogspot.com

Anônimo disse...

Mariana. tem tres Profissões q admiro muito e q gostaria q meus filhos fossem, mas foram p/outra area, minha filha foi para BIOLOGIA e meu filho para INFORMATICA. Pois bem, as profissões são nesta ORDEM: médico,piloto de aviação e por ultimo PADRE...pois são pessoas q considero de uma alta RESPONSABILIDADE NAS VIDAS DAS PESSOAS...MEDICO CURA NOSSOS MALES FISICOS, PILOTO TEM EM SUAS MAOS NOSSAS VIDAS E O PADRE NOS CONFORTA O ESPIRITO...mas Mariana, como se diz no popular CADUM,CADUM...mas estou achando o Matheus muito TEIMOSO p/contigo(se me permites dar minha opinião,ja dando a opinião)...pois geralmente quando alguem pede OPINIÃO E POR QUE JA TEM OPINIÃO FORMADA...então não adianta...Mariana, um beijão no CORAÇÃO DESTA FAMILIA, Gerson,Mariana e Matheus.- jader martins.-

Dalton França disse...

Olá querida Mariana!
Realmente, as crianças têm argumentos que deixam os adultos perplexos e completamente sem ação.
Talvez seja por isso que muitos de nós insistimos em nos manter eternamente guris.
Um grande beijo acompanhado do desejo de belo e reconfortante final de semana!