terça-feira, dezembro 29, 2009

Nunca imaginei um dia

Até alguns anos atrás, eu costumava dizer frases como “eu jamais vou fazer isso” ou “nem morta eu faço aquilo”, limitando minhas possibilidades de descoberta e emoção. Não é fácil libertar-se do manual de instruções que nos autoimpomos. Às vezes, leva-se uma vida inteira, e nem assim conseguimos viabilizar esse projeto. Por sorte, minha ficha caiu há tempo.
Começou quando iniciei um relacionamento com alguém completamente diferente de mim, diferente a um ponto radical mesmo: ele, por si só, foi meu primeiro “nunca imaginei um dia”. Feitos para ficarem a dois planetas de distância um do outro. Mas o amor não respeita a lógica, e eu, que sempre me senti tão confortável num mundo planejado, inaugurei a instabilidade emocional na minha vida. Prendi a respiração e dei um belo mergulho.
A partir daí, comecei a fazer coisas que nunca havia feito. Mergulhar, aliás, foi uma delas. Sempre respeitosa com o mar e chata para molhar os cabelos, afundei em busca de tartarugas gigantes e peixes coloridos no mar de Fernando de Noronha. Traumatizada com cavalos (por causa de um equino que quase me levou ao chão quando eu tinha oito anos), participei da minha primeira cavalgada depois dos 40, em São Francisco de Paula. Roqueira convicta e avessa a pagode, assisti a um show do Zeca Pagodinho na Lapa. Para ver o Ronaldo Fenômeno jogar ao vivo, me inflitrei na torcida do Olímpico num jogo entre Grêmio e Corinthians, mesmo sendo colorada. Meu paladar deixou de ser monótono: comecei a provar alimentos que nunca havia provado antes. E muitas outras coisas vetadas por causa do “medo do ridículo” receberam alvará de soltura. O ridículo deixou de existir na minha vida.
Não deixei de ser eu. Apenas abri o leque, me permitindo ser um “eu” mais amplo. E sinto que é um caminho sem volta.
Um mês atrás participei de outro capítulo da série “Nunca imaginei um dia”. Viajei numa excursão, eu que sempre rejeitei essa modalidade turística. Sigo preferindo viajar a dois ou sozinha, mas foi uma experiência fascinante, ainda mais que a viagem não tinha como destino um país do circuito Elizabeth Arden (Paris-Londres-Nova York), mas um país africano, muçulmano e desértico. Aliás, o deserto de Atacama, no Chile, será meu provável “nunca imaginei um dia” de 2010.
E agora cometi a loucura jamais pensada, a insanidade que nunca me permiti, o ato que me faria merecer uma camisa-de-força: eu, que nunca me comovi com bichos de estimação, adotei um gato de rua. Pode colocar a culpa no espírito natalino: trouxe um bichano de três meses pra casa, surpreendendo minhas filhas, que já haviam se acostumado com a ideia de ter uma mãe sem coração. E o que mais me estarrece: estou apaixonada por ele.
Ainda há muitas experiências a conferir: fazer compras pela internet, andar num balão, cozinhar dignamente, me tatuar, ler livros pelo kindle, viajar de navio e mais umas 400 coisas que nunca imaginei fazer um dia, mas que já não duvido. Pois tem essa também: deixei de ser tão cética.
Já que é improvável que 2010 seja diferente de qualquer outro ano, que a novidade sejamos nós."
Martha Medeiros

Fonte:ZH
Amigos, o blogger continua "doido" sai fora do ar e não retorna. Ontem eu consegui pela manhã por pouco tempo e depois nada. Não sei até qd isto vai durar. Portanto se não retribuir as visitas, não foi por má vontade ou falta de educação.
Ontem a tarde eu não tentei pois tive febre de 38.5º e apesar do dia quente, estava embaixo de um cobertor com muito frio.

22 comentários:

Ju Fuzetto disse...

Flor, fantástico esse texto...

às vezes é preciso nos permitir...

Sem ter medo do ridiculo!!!!!

Feliz 2010!

beijos

Nívea disse...

Martha Medeiros é maravilhosa. sempre acerta na maneira de expor idéias e ionstigar uma vontade na gente...
alvará de soltura para nossos medos! gostei disso. Que seja assim em 2010 e sempre.


Espero que apesar da feber, tu estejas melhor. Muita saúde pra tii!


beijos
Nii Flor


PS: Visite também:
http://niveaflor-cartas.blogspot.com/

Elaine Barnes disse...

Nossa! Eu preciso fazer tudo isso!Me permitir os prazeres da vida. Me arriscar mais! Amei! Foi um incentivo e tanto! Estimo que melhore da febre.FELIZ ANO NOVO! bjão

Antonio Campos disse...

Um abraço um 2010 de luz de paz a ti e a todos os teus.


que venha novo ano
nem mudaremos as rotas
os caminhos se farão leves
as luzes do amor em cada um
irradiarão luz calor humano
pois que Deus traçou nossos planos.

29/12/09

Chá das Cinco disse...

Melhoras minha querida!
Que 2010 seja repleto de novidades e aventuras.
2009 foi um bom ano pois nos encontramos!
Beijo e fique com Deus.

Mª José disse...

vine a desearte un feliz 2010!!!
espero que ya no tengas fiebre
besos de colores

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Poxa, que legaaallll!!! Seu relato me deu até força pra experimentar coisas novas também!

E quanto ao gatinho ó: a gente acha que fazemos um favor ao adotar um animal, mas quem faz o favor de trazer felicidade a nossa casa são eles.

Palavra de veterinaria de 15 anos de experiencia hahaha

Beijo

=)

Lau Milesi disse...

Olá Mariana, espero que você esteja melhor. Muito bonito esse texto da Martha, como sempre.
Quanto ao blog, eu estou tendo dificuldades de comentar o seu e o de algumas outras pessoas. Escrevo o comentário, sigo as instruções de publicação e o comentário some.Não foi uma nem duas vezes, foram várias.

Já aconteceu comigo, em abril desse ano, quando comecei aqui no blogspot. Envie uma mensagem pra eles e explique o que está havendo.Pensei que fosse o Internet Explorer, fui para o Mozilla e ainda persistem as dificuldades em alguns blogs.

Um beijo

Mariazita disse...

Mariana, este texto é uma delícia!
Eu acho que se deve acabar com a maioria dos tabús, e mergulhar fundo!
Alguém disse, e eu concordo, que: para não se morrer estúpido é preciso experimentar de tudo na vida.
Vai em frente, querida! A vida deve ser vivida em pleno.
Caiu? Partiu a cara? Levanta e vai em frente!

Desejo que já estejas melhor, sem febre.

Um óptimo 2010, com tudo o que de melhor possas desejar.

Beijinhos
Mariazita

kis disse...

Ola Mariana
Happy new years!
Feliz ano novo!

Chica disse...

Nossa Martha é genial e orgulha a todas nós gaúchas... E estás melhor? Imagino com o calorão de ontem ti na cama com cobertor!!! Sauna! beijos,fica bem,chica

Wanderley Elian Lima disse...

ariana
Para mim ridículo é não ser feliz, principalmente por medo da língua do povo. Quem tem medo de correr riscos tem medo de viver.
Beijos

alegria de viver disse...

Olá querida
Seu texto é tudo que se deve ser e fazer, tenhamos coragem para assim agir, esse é nosso verdadeiro EU.
Fique boa, precisa atravessar o ANO COM SAUDE, FELIZ ANO NOVO.BJS.

Sereia disse...

"Que as realizações alcançadas este ano, sejam apenas sementes plantadas, que serão colhidas com maior sucesso no ano vindouro."

Anne Lieri disse...

Que beleza de texto!Fazer coisas que jamais nos permitimos a meu ver é sinal de que estamos fazendo valer a pena viver!Feliz ano novo pra vc,minha amiga,com muitos sonhos concretizando-se!Obrigada pelo seu carinho!Bjs,

Mariano P. Sousa disse...

Minha Amiga e minha Xará!
Que lindo esse texto!
Ele quebra todas as barreira.
Magnífico.
Olha!!! Espero que o ano de dois mil e dez seja Deeeez pra você, pois assim você é!

Francisco disse...

Mari!
E quando o Blogger não anda doido? rsrs
Espero que ao ler meu comentário, sua febre tenha baixado, e esteja super bem.
Quanto ao texto... bem, se vc leu meu post sobre a "A Mulher Banana", talvez entenda porque não falarei nada! rsrs
Um beijão, minha amiga!

estrella disse...

Amiga Mariana hoy he venido a dejarte mis mejores deseos para el año nuevo, decirte que deseo que todos tus sueños y proyectos se realizen y que no desistas jamas, porque ese es el secreto, perseverar para alcanzar lo que nos proponemos, y nunca dejes de soñar porque en mi punto particular los sueños son la antesala a la felicidad, dios te bendiga siempre amiga te dejo mi cariño y un gran abrazo con amor....luz estrella

Victor Gil disse...

Amiga Mariana.
Às vezes, quando menos esperamos, damos a volta atudo e partimos em busca da aventura.
Meu beijo.
Um Bom Ano Novo de 2010
Victor Gil

Daniel Savio disse...

Pow, que nesta esteira que você seja mais feliz no próximo ano, seja fazendo coisa nova, ou coisas antigas...

E feliz ano novo.

Fique com Deus, menina Mariana.
Um abraço.

Sonhadora disse...

Mariana
Belo texto.
espero que melhor.
Votos de um 2010, cheio de felicidade, paz e muito amor.

Beijinhos

Sonhadora

meus instantes e momentos disse...

ótimo texto.
parabens pelo blog, ótimo tudo aqui.


Tenha um 2010 de paz, de felicidades e repleto de tudinho aquilo que voce deseja e que te faz feliz....(sem febre)
Maurizio Bersani