quinta-feira, novembro 13, 2008

Violência contra as mulheres

Nesta semana o Correio Braziliense noticiou que neste ano as Unidades de Saúde receberam 371 mulheres vítimas de violência neste ano.
Na semana passada o Correio de Gravataí informou que desde a implantação da Lei Maria da Penha há 1.800 processos tendo vítimas: mulheres e os agressores seus "companheiros"(?).
(A população é de quase 270 mil habitantes).
O pior é saber que muitas pedem ajuda e no outro dia retornam na delegacia para retirar a queixa contra o "seu amado"( putz).
Sem contar que a maioria "apanha" calada, sem coragem de dar um basta..
Mulher nenhuma, pode permitir isto. Sofrer a violência uma vez e permitir que se repita, não é sinal de amor, é desrespeito e falta de amor próprio.
Sempre digo ao Matheus que o homem só é melhor na força física, tirando isto o sexo não definirá quem é melhor na inteligência, na honestidade ou integridade.
Sexo não defini o caráter.
É necessário respeito e coragem para dar um basta.
Qualquer tipo de Violência é inaceitável.

2 comentários:

Anônimo disse...

Este é um grande problema que fica escondido entre as paredes de um lar.è muito maior que pensamos.

Antonio Paulo disse...

Cara Mariana com certeza aparecem nas delegacias um numero bem menor de mulheres agredidas.