terça-feira, julho 06, 2010

O espelho mente?

' Nós, humanos, somos “bichos” especiais. Você pode, agora, por exemplo, dar-se por infeliz porque se acha feia, feio. Pode se olhar no espelho e não gostar do corpo que vê, achá-lo gordo, muito magro, baixo, muito alto, o que for, achá-lo, enfim, sem graça. Mas não deve esquecer que o que o espelho mostra não é o que você vê...
Pode, também, e em sentido contrário, ver esse mesmo corpo lindo, bonito, uma peça de ourives... Não virá do espelho essa “visão”, virá do seu conceito sobre si mesmo. Não somos, mais das vezes, o que pensamos ser, mas podemos ser muito mais do que somos, depende do modo como pensamos...
Pronto, já dei as voltinhas necessárias. Agora quero dizer que acabei de ler a história de um sujeito que conheço faz anos. A história estava num jornal.
Esse homem, quase na casa dos 60, passou por muitas e nada boas na vida. Por um acidente doméstico, acabou ficando “deformado” no rosto, tinha quatro anos. Foi-lhe muito difícil a vida de criança e de adolescente. Era alvo de chacotas, de risinhos estúpidos de parte de jovens mal-educados, etc, etc.
Esse homem é hoje uma pessoa realizada, de bem com a vida, apesar de tudo. Ele conta de seus sofrimentos em palestras. E costuma dizer uma frase especial, a frase que me trouxe até aqui. A frase é esta: “O maior preconceito do mundo é o que a gente sente de nós mesmos!”. Irretocável.
De fato, somos os maiores críticos e adversários de nós mesmos. Se sou “feio” e vejo isso no espelho, o que importa? Poderia nada me importar se eu não me importasse com os outros. Sofro por pensar no que os outros podem pensar de mim. Que estupidez!
Temos largos preconceitos sobre nós mesmos, por causas reais ou imaginárias, o que é pior. Uma causa real? Posso ter “três” orelhas. E daí? Vão desdenhar de mim? Aos desdenhadores, direi que ouço melhor do que eles... Faço isso? Não. Não me aceito, quero ser aprovado pelos outros, vivo pela cabeça dos outros, sofro, sou infeliz e não me dou conta de que sou um refinado estúpido em não me aceitar. E não se aceitar não significa não fazer esforços para crescer como pessoa – como pessoa, não como manequim dos outros...
Você tem razão, é muito fácil falar. Mas enquanto apontarmos o dedo acusatório contra nós mesmos, estaremos perdidos. De fato, somos os mais preconceituosos contra nós mesmos.
Ser
A psicologia psicanalítica garante que todos nós vivemos para compensar um sentimento de inferioridade real ou imaginário
. Real ou imaginário, os efeitos são os mesmos na vida. Compensar? Então, vamos lá.
Que compensemos com livros, artes, excelsitude num trabalho e excelência no caráter. E, assim, seremos apreciados como minas de ouro...
LUIZ CARLOS PRATES
Amigos, estou ciente da minha ausência nos blogs amigos, assim que der,estarei lá.
Desejo um dia produtivo para todos que passam por aqui.

20 comentários:

Chica disse...

Lindo e interessante esse texto!
um beijo pra ti,tudo de bom,chica

Cigana do Oriente disse...

Realmente temos isso de sermos preconceituosos com nós mesmos.
Aí tentamos compensar de alguma forma, mas esse texto me fez pensar...
Porque tenho amigos de todos os jeitos e nunca me importo com sua aparência física e sim com sua essência.
Uma vez me lembro que fiquei com raiva de alguèm e usei um adjetivo muito feio. Logo depois me lembrei que uma de minhas melhores amigas era igual á ela e me envergonhei, porque em minha amiga eu nunca achei isso ruim e nem ligava
Então... acho que quando gostamos não importa se é feio ou bonito, gordo ou magro, e então por isso temos que nos gostar como somos também!
Beijos em seu coração!

Serginho Tavares disse...

eu tinha certos problemas com espelhos
hoje não tenho mais e adoro

Rosemildo Sales Furtado disse...

Na minha opinião, não existe ninguém feio. Você pode ser feio para uns e lindo para outros. A minha querida e saudosa mãe costumava dizer: "Quem o feio ama, bonito lhe parece". Portanto, acho que o mais importante é o amor próprio. Belo texto minha amiga. Próprio para reflexão. parabéns pela escolha.

Beijos,

Furtado.

Mari Amorim disse...

O espelho não mente.
Boas energias,sempre
Mari

"Cantinho Poético" disse...

Na sintonia da emoção um beijo de coração prá coração...M@ria

Marilu disse...

Querida amiga, é um texto real, o preconceito maior sempre vem de nós mesmos, nunca estamos satisfeitos com nada. Devemos nos aceitar do jeito que somos. Beijocas

Guará Matos disse...

Tem dia que acordo com a cara do Brad Pitt, outro me parecendo eu mesmo.
Prefiro a mim, me acho tão lindo, hehehehe!
Bjs.

angela disse...

Muito bom texto. Levanta uma questão muito importante que é a da auto-estima e que independe da realidade e pode ser melhorada através de um trabalho de realizações pessoais.
beijos

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

Quando um texto
traz as sementes das verdades,
que crescem em nós
e nos fazem pensar,
este texto justifica
a sua existência.

Dias de paz para ti.

ValeriaC disse...

Mariana querida...maravilhoso este texto...é preciso que reflitamos e trabalhemos em nos aceitar.
Tenha um lindo dia amiga!
Beijinhos
Valéria

José disse...

Olá Mariana, Não vale a pena pensar do que os outros pensem de nós, há sempre alguém que nos acha bonitos, e outros que nos acham feios, e outros assim-a-assim.

um beijinhos Grande,
José.

FERNANDO disse...

Costuma-se dizer que a beleza está nos olhos de quem vê. E como os olhos são somente intermediários entre o objeto visualizado e o cérebro de quem o está vendo (é o cérebro quem processa as informações e cria as imagens), às vezes nos enganamos (tanto a favor quanto contra, conforme o caso).
No entanto, ao fim e ao cabo o importante é gostarmos de nós mesmos e nos valorizarmos (se não o fizermos, quem há de?).
Abraços e até mais ler.

Palavra Doce disse...

Olá Olá! Achei seu blog por acaso e aproveito para convidar vc a dar uma passadinha no meu blog para ler doces palavras.
Boa semana!
Palavra Doce

Elaine Barnes disse...

Os espelhos são legais enquanto refletiomos o nosso lado legal,bom,divertido,depois começam a refletir as partes que queremos esconder. Viram sombras espelhadas.
Excelente texto como sempre,adorei! Montão de bjs e abraços de carinho espelhados no nosso melhor

brasildobem disse...

Muito sábio o texto, sobretudo quando diz que o preconceito maior é o que está dentro da gente. Porém, compensar através de livros, e outras sabedorias é a arte de sublimar e sublimar é desviar à atenção para outros. beleza é relativo e o que é lindo para a maioria pode não ser para mim e vice-versa, o que importa é sentirmos bem de nosso jeito.
Bjs

Cacá disse...

Luta por Reconhecimento - A Gramática Moral dos Conflitos Sociais (Axel Honnet).

Mariana, este livro trata muito bem dessa tematica. A luta para sermos reconhecidos pelo grupo social acaba determinando a nossa personalidade e nosso comportamento, em resumo. Gostei muito do post. Abraços. Paz e bem.

legalmente loira... disse...

mariana,
otimo texto...
os espelhos daqui andam em sintonia.
sem mentiras.
bjos.

Gilmar disse...

Mariana, fazia tempo que eu não passava por aqui. Estou em falta com você!

Há uma forte influência das mais diversas mídias em cultuar a beleza estética. E cada um tenta "arranjar" melhor o visual, porque isso passou a ser regra, infelizmente. E aí vem os modismos de toda sorte.

Infelizmente desaprendemos a olhar prá dentro, de nós e dos outros. Desaprendemos que a essência não veste grifes, não se lambuza em produtos de beleza, não usa carros banhados em ouro, não se permite pendurar a jóias e tudo mais... Desaprendemos a humanizar nosso olhar e por conseguinte, a endurecer o coração.

Precisamos reaprender a educar os olhos. Por ali o coração aprende a ler. Precisamos educar o espírito, pois por aí floresce a índole.

Abraços!

Thaís Winck disse...

por isso é que eu me acho linda :D
ssgyasygagsys
serio mesmo
essa coisa de estou feinha não existe
precisamos ter a nossa auto estima bem alta (homens e mulheres)
não é umas espinhas na teste (meu caso) que vai me abalar, muito menos o que os outros pensam sobre elas.
È tudo psicologico, a beleza, a feiura... vem da mente. Não existe pessoas feias ou pessoas bonitas. O que existem é mentes positivas e negativas.
Beijãao