quinta-feira, maio 13, 2010

Deve existir a abolição do preconceito

Em 13 de maio de 1888 a princesa Isabel assinou a Lei Áurea.

Na época em que começou a colonização do Brasil, os portugueses buscaram negros na África para submetê-los ao trabalho escravo em sua colônia.
E o restante desta triste história todos nós conhecemos.
Por muitos anos os negros continuaram sendo "escravos" dos seus senhores, pois mesmo com a abolição, eles "nada tinham".
Hoje não há escravidão, mas o preconceito existe e a discriminação também
, e o pior é que precisamos ter cotas para negros, para proporcionar a chance de cursar o ensino superior, como se "eles" fossem incapazes de conquistar uma vaga por mérito, pela inteligência do ser humano independente de cor.
Ensino o meu filho que não somos melhores nem piores que os outros humanos e que devemos ter respeito ao próximo, independente da cor e da classe social.
Devemos levar na vida as coisas certas que nossos pais nos ensinaram, pois eles sendo humanos tem os seus erros.
Minha mãe sempre foi racista; como eu gostaria que ela não tivesse este defeito.
As pessoas envelhecem, mas não são capazes de mudar seus conceitos, o que é uma pena.
O valor da pessoa não é definido pela cor da pele ou pela conta bancária.
Se eu não posso mudar o mundo, pelo menos uma coisa é certa:
Posso ensinar o meu filho a respeitar o outro, a valorizá-lo pelo caráter, pelas suas virtudes e jamais julgar alguém por valores tão pequenos que empobrecem a alma.

34 comentários:

Guará Matos disse...

Preconceito é uma bosta!
A gente freia nossa inteligência com pensamentos e atitudes, preconceituosos.
Bjs.

Marliborges disse...

Bravo!!! Bravíssimo!!! Preconceito é tristeza e vergonha. É uma doença.

Muitas vezes eu me pego pensando nesse tal de (pré)conceito. Imagine, pensar antes, (pré)pensar, (pré)julgar, como é que pode? Deus nos livre e livre as gerações vindouras dessa doença. Que os remédios sociais e intelectuais façam efeito. E logo, urgente.
Beijo grande.

Rosita de Palma disse...

Bom dia Mariana.

Sinto que os Europeus têm uma eterna dívida com a Africa, não so porque apoderaram-se da vida e do destino destes "escravos", que muito inclusive em suas terra eram Reis, Rainhas, princesas e Principes etc, e depois viravam escravos mas também porque deixaram-nos a herança da inferioridade.Muitos negros sentem-se inferiores à Brancos porque pensam que: Negro=Escravo, Branco=Patrão, isto passou de geração em geração é muito triste.

Wanderley Elian Lima disse...

Oi Mariana
Coitado daqueles que se sentem melhores por causa da cor, do dinheiro , do conhecimento. São pobres de espírito. Existem leis que punem o preconceito racial, mas as leis não os, apenas inibem certas atitudes. Isso é um trabalho interno de cada um.
Beijos tiram do coração

ValeriaC disse...

Adorei o que você escreveu...concordo completamente com você Mariana... está mais do que na hora de extinguir todo e qualquer preconceito.
Beijos...

Valéria

Ana Paula disse...

Mariana, vim retribuir sua visita e fiquei impressionada quando vi seu post. ´]e exatamente como penso, poderia ter sido escreito por mi, rs! Procuro enrsinar minha filha os mesmos valor que vc quanto ao preconceito e racismo. costumo dizer que sou e quero que minha filha seja desprovida de qualquer preconceito... Acho feio, sujo, errado.....
Qualquer dia destes vou escrever no meu blog sobre este assunto e usar suas palavras como base, posso?Rs
Um beijo e já sou sua seguidora.
Obrigada pelo doce comentário no meu blog.
Bjosssss

Heloísa disse...

Mariana,
Vim agradecer sua visita ao meu blog, e conhecer o seu.
Parabéns pelo belo texto.
Beijo.

carol sakurá disse...

Preconceito é uma doença!
O respeito e a tolerância são pilares de um mundo melhor.
Abs!

Luciana disse...

Oi
Obrigada pela visita no meu Blog e como eu vi o filme O Grande Desafio que é sobre racismo esse teu texto me lembrou muito o filme, meu pai tbém sempre foi racista e eu não gosto de nenhum tipo de preconceito mas é muito dificil as pessoas mudarem né ainda mais com uma certa idade.
Muito bom teu Blog
Bjs
Lu

Ana Lúcia Porto disse...

Oi Mariana,

Obrigada por ir tomar um café amigo junto comigo... Fiquei feliz pela sua companhia.

Verdade, nenhum ser humano é melhor do que o outro, embora hajam diferenças várias. Todos possuem direito a essa vida maravilhosa e do desfrute de tudo o que ela oferece: educação, respeito, meio ambiente preservado, dignidade, saúde etc... etc...

Beijos,

Mauro S disse...

Oi Mariana, gostei do seu post, parabéns, mas diz aí, como uma colorada pôde torcer pelo rival?
De qualquer forma foi um jogaço, e o Grêmio foi buscar forças na raça tricolor.
Um beijão, boa quinta, aqui em Pelotas muito lindo, temperatura agradabilíssima, Mauro

Chica disse...

Muitop bom e o preconceito não leva à nada!beijos,lindo dia,chica

Xixo e Pepi disse...

Olá Mariana,
Estamos aqui na terra de passagem!!
Quando morrermos seremos todos "iguais"
O preconceito é perda de tempo!!
Beijinhos mil
Verena

Déia disse...

É, foi algo feito sem planejamento, libertaram os escravos sem estrutura, sem casa, comida, educação, emprego.. deu no que deu!!

É importante educar os novos para um possível mundo melhor!!

Bjkas

Eduardo Medeiros disse...

Mariana, seu texto trata de um assunto sempre necessário: Preconceito.

Necessário de ser dito, de ser pensado, refletido. Como pode haver um ser humano que se julga superior por ter uma pele branca? ou de qualquer outra cor?

Até quando vamos viver na ilusão de que somos separados uns dos outros? De que estamos em barcos diferentes no navegar da existência?

Somos UM. Há de chegar o dia em que a consciência humana irá perceber que somos um com tudo que existe. Nesse tempo, não haverá mais cotas. Nem guetos.

E, conforme você escreveu,

"As pessoas envelhecem, mas não são capazes de mudar seus conceitos, o que é uma pena."

Chegará o tempo em que mesmo os donos de muitas décadas, serão aptos a despertar e mudar seus valores.

beijos.

Ricardo Calmon disse...

Falou mui bien,amada amiga,preconceito é ignorancia absoluta e desamor por si só!

bzu amada amiga!

viva la vida

José Sousa disse...

Bonito... gostei! Devemos todos juntos ajudar a dar conhecimento uns aos outros. Parabens! Vesite os meus: www.congulolundo.blogspot.com
www.queriaserselvagem.blogspot.com

Um abraçãooo

Daniel Savio disse...

Infelizmente, em muitos casos, só foram feitos novas formas de explorar os nossos irmãos...

Durmo por volta das duas horas da manhã e acordo por volta das nove horas da manhã.

Fique com Deus, menina Mariana.
Um abraço.

lucidreira disse...

Pra mim é um dos piores crimes que o ser huma comete, o prconceito, nunca se deve pre julgar men pre condenar outrem sem haver um longo conhecimento do outro.
Preconceito, ação condenavél.
Abraço

Daniel Costa disse...

Mariana

Nunca fui racista oe xenófobo, tive a experiência! Porém, é pena mas nasceram outra maneira de racismo, talvez mais suave, mas racimmo. Também por experiêmcia, sei que há homens de côr de capacidade extraordinária. Se mais não fora, existe um racismo de classes muito acentuado.
Sobre Lisboa adoro. Sempre sonhei viver cá e conheço-a ao promenor.
As fotos foram obtidas obtidas num ponto amplo perto de mim, não num sítio belo.
Beijos
Daniel

Pena disse...

Maravilhosa e Preciosa Amiga:
Sou Português e confesso que na altura os portugueses foram infelizes nas suas atitudes para com o lindo e deslumbrante Brasil.
Olhe, hoje, é o país adorado e irmão, fazendo uma vénia ao seu simpático povo de gentes admiráveis e extraordinárias.
"...O valor da pessoa não é definido pela cor da pele ou pela conta bancária..."

Excelente amiga de sonho.
Faço minhas as suas deliciosas palavras plenas de justiça e encanto.
Não. Não à escravatura.
Beijinhos por ser adorável e pura.
Beijinhos de parabéns pela sua postura no mundo.
Sempre a fascinar.

pena

Linda.
Bem-Haja, pérola preciosa humana.
É gigante e deslumbrante, o seu sentir que respeito imenso.

Denise disse...

É uma nhaca mesmo.. Mas infelizmente a humanidade é repleta de preconceitos... Não acredito que poderemos extinguir todos, mas podemos sim criar nossos filhos com uma mentalidade melhor.. Educando nossas crianças hoje, teremos uma sociedade mais justa no futuro. É a única solução, acredito eu.
Bjs

Francisco disse...

Como vc,também tive alguém na minha família, extremamente preconceituoso, talvez pela época em que viveu...ou não. Nunca aceitei tal fato, mas serviu como exemplo.
Abolir o preconceito, não só com negros, judeus, gays, pobres, deficientes, etc. é uma tarefa urgente e necessária, que podemos transmitir aos nossos filhos.

Beijão, Mari!

Cacá disse...

Muito bom, Mariana, como sempre tudo por aqui. Eu estou publicando uma série de textos sobre o que estou chamando de DESMERECIMENTO nas relações humanas e vou em breve falar do preconceito. Lamentável sob todos os pontos de vista e inaceitável sob qualquer justificativa. Abraço grande. Paz e bem.

Jeanne disse...

Preconceito é um atraso na vida, quantas oportunidades perdemos por preconceitos de todos os tipos?
E o preconceito racial é o pior deles, julgando alguém por sua cor!
Totalmente absurdo.
Parabéns pela tua atitude, só assim poderemos mudar alguma coisa.
Beijos

Minéia Pacheco disse...

Olá Mariana!!

Ótimo seu texto, parabéns!
Temos que ensinar nossos filhos desde cedo a respeitar a diversidade que existe no mundo. Tratar cada ser igualmente, independente de cor, poder ou qualquer coisa do gênero...Somos todos iguais!

Beijos e até mais...

Sônia Silvino disse...

Os pais precisam ensinar os seus filhos a não terem preconceito, mas como? Se a maioria é preconceituoso... Apenas não assumem.
Bjkas, minha ídola!!!

romantic disse...

isso mesmo amiga!nosso dever com os filhos é esse enobrecer de carater suas almas bjs!

Mariana disse...

Mariana:
para mi es todo un placer que pases por mi blog!!
Maravilloso país el tuyo,sueño con ver el Cristo en Rio algun día aparte me encanta la onda de ustedes siempre alegres y danzando...un abrazo fuerte!!:)

legalmente loira... disse...

oi mariana,
muito bem colocado.
preconceitos to fora.
bjos com carinho.

Rute disse...

Olá passando aqui para conhecer seu blog, parabéns pelas postagens!
Beijinhos a vc

ONG ALERTA disse...

Mariana tudo começa dentro de casa até o preconceito saõ exemplos dos pais...paz.
beijo Lisette.

Paulo Rogério disse...

Oi, Mariana: Grato!
Vejo bastante sinceridade e coerência nas suas palavras. Vou conhecendo o seu espaço aos poucos. Continue usando do seu dom para ajudar a fazer diferença no mundo...
Bjs.

Sônia Silvino disse...

Olá!
Vim lhe fazer uma visitinha. E desejar um ótimo final de semana.
Bjkas, muuuuuitas!