sexta-feira, abril 30, 2010

Silicone, botox e educação



O que deveria ser mais importante para um país: educação ou silicone no peito ou nas nádegas? Aula de inglês ou botox?
Curso de informática ou lipoaspiração? Pós-graduação ou implante de cabelo? Quem fez o acerto de contas com o Leão por estes dias o prazo termina amanhã deve ter constatado, com pesar, que não pode deduzir integralmente os gastos com educação, mesmo com todos os recibos guardados, mas pode abater 100% do investimento em médicos, clínicas e hospitais para fazer cirurgias estéticas.
Pode um país que trata a educação assim chegar ao Primeiro Mundo?
Digamos que você tenha dois dependentes menores de 21 anos e tenha investido em 2009 R$ 27,4 mil em colégio e faculdade. Sabe quanto poderá deduzir da base de cálculo do seu imposto? Exatos R$ 5.417.
Cursos de idiomas não devem nem ser informados à Receita, porque não dão direito a nem um centavo de abatimento da sua renda bruta anual. E, fora a educação, um dependente custa, pelas contas do Leão, R$ 1.730 ao ano.
O assalariado, que é quem realmente paga imposto de renda no Brasil, é duplamente penalizado se quiser oferecer educação com um mínimo de qualidade aos filhos: além de o Estado não oferecer o que seria sua obrigação, não permite abater integralmente do Imposto de Renda o valor investido. Ou pode optar por matricular os filhos em escolas públicas de qualidade duvidosa e usar o dinheiro para eliminar as rugas de preocupação com o futuro e deduzir 100% do gasto com o botox.
Não faltará quem diga que escola particular é um luxo em um país de tantas carências e que o governo está certo em extorquir quem conquistou um salário melhor ao longo da vida. A pergunta é outra: por que se pode abater 100% dos gastos com tratamentos estéticos e não com a escola dos filhos?
Essa não é a única distorção do Imposto de Renda. Se você compra um imóvel por X, é obrigado a declarar esse bem pelo mesmo valor por anos a fio, como se não houvesse inflação. Essa regra prejudica o contribuinte em geral na hora da venda e levanta suspeitas sobre a honestidade dos candidatos a cargos eletivos, porque, ao apresentar a declaração de bens, passam a ideia de estar subfaturando o valor dos imóveis.
Rosane de Oliveira (melhor jornalista do RS)
Fonte:Zero Hora

27 comentários:

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Mariana,
A gente se desdobra em mil para dar educação para nossa filha, para que ela tenha um futuro decente .
E tem que engolir um disparate desses.

Uma vergonha.

Chica disse...

A educação por aqui é maltratada mesmo...Arre!!! beijos,chica

Guará Matos disse...

Querida Mariana,
Essa é a oportunidade que tenho de endurecer minha bunda, ora!
De tanto, ela, ser violentada pelo poder público desse país, me sinto na obrigação de siliconizá-la!
Espero que você entenda essa minha necessidade, a idade vai chegando e a bunda já cai naturalmente e com mais esse aviltamento, a pobre desaba.
Será que é por isso que nos chamam de bunda-moles?
Vou procurar um bom cirurgião... Ué, cirurgião pra quê se meus rendimentos estão abaixo?
Diante dessa constatação, sem declaração, sem educação e desbundado.
Triste sina!
Bjs.

Daniel Costa disse...

Maria

Efectivamente não sei como é cá, mas crio o patrão Estado nada terá a ver com selicones. Por outro lado a educação estatal, embora, é de custo elevado.
Beijos
Daniel

jader/zezi disse...

Mariana...nao sei porque...mas Governo nenhum gosta de EDUCAR O POVO...alguem sabe? Jader Martins.-

ValériaC disse...

Mariana...realmente é injusto poder abater 100% com "saúde", inclusive procedimentos estéticos e não poder abater tudo o que gastamos na educação dos nossos filhos.
Bom final de semana amiga...
Beijos

Ângela Coelho disse...

Mariana, quanto mais burro mais maleável se torna o povo. Qdo o PT assumiu o Governo peguei um contrato emergencial e me orientaram a aprovar todos os alunos, respondi que só aprovaria quem aprendesse Matemática e Ciências. Conclusão: Meu contrato seria de 4 meses, aceleraram p/a professora reassumir antes da hora. Para o Governo interessava preencher formulários dizendo quantos alunos haviam sido aprovados; o aluno era só um número, para mim era uma pessooa que queria aprender.
Beijos

alegria de viver disse...

Olá querida
Concordo, é um absurdo o valor que se dá para coisas fúteis, insignificantes.
Mas um povo educado atrapalha o governo, a inteligência vai ao encontro da cultura.
Esperamos que um dia todos tenhamos, a consciência do valor da educação.
Com muito carinho BJS.

ZildaeAntonio disse...

Mariana
Os valores estão realmente invertidos. No nosso país estudar, cuidar da saúde e etc... que deveriam ter mais valor para o desconto na Receita Federal, valem pouco...Isto significa que há interesse que a ignorância prevaleça.
Um abraço e tudo de bom!

brasildobem disse...

Mariana, é uma incoerência mesmo, levanto as mãos para oo céu por ter tido a oportunidade de ter sido educada a priorizar os estudos e levo estes valores para os meus filhos, mmas aí me pergunto: será que adianta em termos de futuro em um país que não valoriza a educação e sim a ignorância para continuar no poder e extorquir do povo?
Bjs
Janeisa

angela disse...

Escolheu um texto ótimo, a pergunta que ela faz é importantissima.
beijos

Sonhadora disse...

Minha querida
passei para desejar um bom fim de semana e deixar um beijinho.

Sonhadora

Sônia Silvino disse...

Inversão total de valores: característica da nossa sociedade atual, infelizmente!
Bjkas, minha ídola, muuuitas!

Sandra Botelho disse...

Um dia li algo que dizia assim:
Se voc~e comete um crime o governo te sustenta.
Se vc quer estudar...
Fica muito dificil um pais assim se tornar um pais de primeiro mundo. Bjos achocolatados

Celina disse...

OLA´QUERIDA UMA SEMANA DE MUITA PAZ PARA VC E FAMILIA. INFELISMRNTE É ASSIM MESMO A EDUCAÇAO E A SÁUDE DEIXA MUITO A DESEJAR SEM FALAR NO SALARIO DOS PROFESSORES QUE [E UMA VERGONHA. UM ABRAÇO CARINHOSO CELINA.

legalmente loira... disse...

otimo texto.
mas a educação esquece.
eles precisam de analfabetos para que possam ser eleitos.
otimo fds.
bjos.

Anônimo disse...

Pois é cara Mariana, "nada se constrói na desordem" e assim está o Brasil.A esculhambação campeia em todos os setores sociais,abalando profundamente a escala de valores do povo. Nada mais lógico,num país assim, o relatado pela Rosane de Oliveira,em seu artigo-desabafo. Pena que os incluídos socialmente, só se deram conta de que a capitulação teria seu preço tardiamente. Quem sabe agora abandonem o adesismo e façam algo decente pelo país. Agruras à parte, quero lhe desejar um ótimo domingo,junto de sua família! Aquele abraço, Márcia de Noriê

Pimenta.com.br disse...

Esta é a cara do nosso Brasil!
Abraços, linda!

Daniel Savio disse...

Infelizmente, é um abismo que nós próprios cavamos...

Toda vez que legemos um safado para o governo.

Fique com Deus, menina Mariana.
Um abraço.

"Cantinho Poético" disse...

“Se a Beleza sonhada é maior que a vivente,
dizei-me: não quereis ou não sabeis ser sonho?
Eu sou essa pessoa a quem o vento rasga”.

Cecília Meireles

Te desejo um Domingo de amor e paz!Beijos mil!

Mariazita disse...

Na qualidade de Mãe o ou de Filha… um feliz “Dia da Mãe” para si.
Se no seu país não se celebra hoje o Dia da Mãe… desejo um domingo luminoso!

Beijinhos

Cacá disse...

Mariana, agora a gente tem mais liberdade para falar sem ser chamado de subversivo. A gente falava a mesma coisa há anos, mas nem sempre foi sem censura e até prisão: a pergunta que faço, enfim: o estado está a serviço de quem? de que classe? Privatiza-se educação básica, saúde básica, o estado faz o papel de Robin Hood do lado avesso e ainda ficamos na ilusão de que trocando de mandatários as coisas vão mudar. Basta ver a lucratividade dos bancos, por exemplo e o abuso interminável que os banqueiros fazem com os correntistas impunemente. Ótimo o artigo. Um abraço. Paz e bem.

ONG ALERTA disse...

Pagamos impostos altos e aonde colocam nosso dinheiro???
Este dinheiro será melhor empregado se estiver conosco não na mão dos governos que não faz nada por sua população, ano de eleição somos obrogados a votar neste tipo de gente e eles são obrigados a quê???

ONG ALERTA disse...

Os políticos não tem educação...porque estariam preocupados com isso...

Eliane disse...

Mariana!
É mesmo um absurdo!
Beijinhos!

Luciano Braz disse...

Pis então, sou meio critico quando abordamos educação por qualquer aspecto que seja. Mas concordo com as analogias aqui expostas.

Querida, muito rica sua postagem.

Um abraço bem especial pra ti.

Desculpa a demora, mas sabe como sou não sabe rsrs!

Boa semana.

transplante capilar disse...

Muito bem explicado todos os problemas, mas também informados das alternativas acima, há também a pele de prótese de arame micro implantado para fio, o que não é um processo doloroso como o implante de cabelo, seria uma boa dica para os leitores.