quarta-feira, abril 07, 2010

Amantes em cascata

“De onde saiu essa, tem muito mais”. Em algum momento você já deve ter escutado essa frase. Pois ela se aplica perfeitamente à onda do momento: descobre-se um amante de uma celebridade e aí começa o efeito cascata. “Também fui!”. “Eu também, eu também!”.
O caso Tiger Woods não deveria nem ter vazado para a imprensa, já que é assunto privado e nada tem a ver conosco, mas vazou, e a partir daí ele teve sua vida devassada pelos jornais.
Entendo que para os patrocinadores é uma saia justa associar sua marca a um atleta que já não é só visto como campeão, e sim também como um don-juan, porém isso continua não tendo nada a ver conosco, é questão de business, um provável descumprimento de alguma cláusula de contrato. Mas virou assunto de todos. Tiger Woods se desculpou publicamente uma dúzia de vezes e amanhã volta a competir no Masters de Augusta, primeira prova do Grand Slam do golfe. Detalhe: com seis agentes do FBI lhe fazendo escolta.
Já as amantes devem ter considerado muito honroso se expor para usufruir dos holofotes por dois ou três dias e depois voltar à obscuridade, mas com alguma graninha no bolso, seja em troca de uma foto exclusiva ou de uma entrevista bombástica.
Abro parênteses: é diferente das mulheres que, algum tempo atrás, tomaram coragem para denunciar um médico que abusava sistematicamente de suas clientes. Uma delas deu o pontapé inicial das denúncias e depois choveram outras tantas, mas não acredito que fizeram isso para aparecer, já que não há mérito algum em sofrer abuso de um médico – fizeram porque se sentiram amparadas pelo grupo para puni-lo judicialmente. Fazer justiça é diferente de vingança. Fecho parênteses.
E agora surgem Michelle McGee, Melissa Smith e Brigitte Daguerre. Quem são as moças? Ex-amantes do marido de Sandra Bullock, o que tem nome de fora da lei, Jesse James. De onde saiu uma, tem pipocado outras tantas. Uma mulher acorda certa manhã e pensa: hoje vou procurar um jornalista pra dizer que também fui amante de Jesse James. Com que intuito? Só pode ser vingança por ter uma vida opaca, ou vingança do homem que não a amou o suficiente, ou vingança da atriz que está em alta. Haverá uma resposta certa?
Talvez a resposta seja: discrição hoje é um valor em desuso. Há muitas vidas vazias, carentes de atenção, que topam pagar qualquer mico para aparecer.
Irão me criticar: e os que traíram, são santos? Não são. Cada adulto faz o que manda seu desejo. Mas, certos ou errados, devem explicações apenas aos prejudicados. Eu não me sinto prejudicada com o comportamento sexual de Tiger Woods ou do marido de Sandra Bullock, não sou casada com eles.
Me sinto mais prejudicada ao ver mulheres ainda buscando fama depois de deitarem na cama, comprometendo algumas conquistas femininas, entre elas a de fazer sexo por prazer, e não para utilizá-lo como moeda de troca.
Martha Medeiros
Fonte:ZH 07/04

16 comentários:

Guará Matos disse...

O texto exprime com clareza alguns objetivos. Os mais nobres, de ascender com pessoa humana, com conquistas verdadeiras e os de permanecer na "posição horizontal", buscando o "faturamento" com escândalos, logo a seguir.
As prostitutas mundanas, aquelas que ficam nas esquinas, são mais interessantes.

Cacá disse...

O negócio é ter. Quanto a ser (que é o que incomoda muita gente), se não é possível, é preciso "parecer" ser. Daí, "aparecer", de preferência com muito estardalhaço. Esses são os valores mais badalados que a nossa sociedade cultiva ultimamenete. Ótima a crônica. Abraço. Paz e bem.

Elaine Barnes disse...

CONCORDO COM O TEXTO. MUITA OPORTUNISTA QUERENDO SE APROVEITAR DA DESGRAÇA DOS OUTROS. SE NÃO FOSSEM FAMOSOS E RICOS...SERÁ QUE ALGUMA SE EXPORIA ASSIM?
AMEI! MONTÃO DE BJS E ABRAÇOS

Wanderley Elian Lima disse...

Infelizmente Mariana isso já virou rotina. Pessoas inescrupulosas fazem de tudo par ter os seus 15 minutos de fama. Isso só acontece porque tem público que adora comprar revistas e saber da vida dos artistas, afinal a mediocridade ainda predomina em todos os cantos do mundo.
Beijos

Cadinho RoCo disse...

A hipocrisia é própria do ser humano.
Cadinho RoCo

Pensador disse...

É o mesmo estilo de "fama fast food" que leva pessoas a se sujeitarem aos maiores absurdos por conta de um ou dois minutos de exposição...
Ou a venda de músicas descartáveis e sem conteúdo, de grupos que fazem um ou dois sucessos e desaparecem.

ZildaeAntonio disse...

Oi, Mariana
Excelente o texto da Marta Medeiros, como mulher concordo plenamente com o pensamento dela. Acho que a mulher está mesmo esvaziando as suas conquistas. Infelizmente, estão desvairadas e isso é lamentável, o homem cada vez desvaloriza mais e respeita menos as mulheres, mas de quem é a culpa?
Um abraço e tudo de bom!

Mariano P. Sousa disse...

Beleza de crônica Mariana!
Aparecer mesmo destruindo moralmente.
Beijão!

HSLO disse...

Maravilhoso esse texto.

abraços


Hugo

angela disse...

Assino embaixo.
Ótimo texto.
beijos

Sonhadora disse...

Minha querida
Passei para deixar o meu carinho e um beijinho.

Sonhadora

sandra Freitas disse...

Comentei isso hoje quando vi na net uma reportagem sobre a Débora Secco e seu esposo. Me fiz essa mesma pergunta, quanto isso me prejudica? business...mídia, flashes, claro que há quem ganhe dinheiro com isso.Mas como Marta também me sinto mal quando algumas mulheres poem em risco nossas conquistas por tão pouca coisa.
abraços amiga

ValériaC disse...

Mariana querida, concordo com você...é triste quando uma pessoa tem como escolha, a infidelidade, mas, fazerem alarde de tudo como se fosse algo digno de ser mostrado...é terrível... é vergonhosa a atitude destas mulheres que se propõem a serem "casos" destes famosos.
Estou te seguindo no Twitter...
Beijos amiga...

Eduardo Medeiros disse...

Sinais do nosso tempo pós-moderno...

ONG ALERTA disse...

Cada um faz de sua vida o melhor que consegue...o pior é que outros seguem o exemplo para fama!!!!

Daniel Savio disse...

É algo a se pensar, mas sinceramente, também há parcela de culpa dos homens infieis, pois para que trair a esposa?

Para arranjar ex que dão dor de cabeça?!

Estou fora =P

Fique com Deus, menina Mariana.
Um abraço.