sábado, abril 10, 2010

'Cuidado com o vão"

Mind the gap
Temos que ter cuidado com o vão, que é a distância entre a vida que você sonha e a vida como ela é.
Quem já viajou para outros países, especialmente os de idioma inglês, e andou de metrô, já deparou com o aviso que há em cada estação subterrânea. Ou está escrito no chão, ou os alto-falantes avisam: Mind the gap. Significa cuidado com o vão. Não caia. Não dê um passo em falso. Fique atrás da linha amarela. Não avance. Não arrisque cair nos trilhos. Mind the gap. Mind the gap.
Estava eu, numa noite de sábado, assistindo em casa ao filme Notas de um Escândalo, cujo atrativo maior é o duelo de duas grandes atrizes, Cate Blanchett e Judi Dench, quando a personagem da insatisfeita Cate saiu-se com essa frase: “Temos que ter cuidado com o vão. Que é a distância entre a vida que você sonha e a vida como ela é”.
A distância entre a vida que você sonha e a vida como ela é.
Mind the gap, pois a queda é dolorosa.
Mantenha-se com os pés firmes na vida que você tem. Claro que a vida sonhada é determinante para a busca da felicidade, claro que é essa vida “do lado de lá” que nos mantém despertos, claro que o sonho é mais inspirador do que a realidade, porém, cuidado com o vão. É onde a gente se machuca.
O túnel de uma estação de metrô costuma ser recheado de cartazes publicitários. Fotos de ilhas caribenhas para vender cartão de crédito, fotos de mulheres sublimes para vender cosméticos, fotos de casais jovens e apaixonados para vender roupas. Um mundo lindo e perfeito, sem tédio, sem dívidas, sem solidão. Ali, do outro lado do vão.
E a gente olhando tudo isso, parado, em pé, segurando uma mochila pesada, enquanto espera o trem.
Se você está viajando a turismo, se está em outra cidade ou em outro país, de certa forma já está do lado de lá do vão, está vivendo um instante de deslumbramento, em que se encontra longe de casa, longe do trabalho, com algum dinheiro pra gastar, com tempo livre, tirando umas férias da rotina e de você mesmo: não seria essa a descrição perfeita de “a vida que você sonha”?Férias é sempre um passeio por essa outra vida, a idealizada.
Mas pense bem: imagine uma vida eterna de prazeres, sem hora para dormir nem para acordar, com o mundo bem resolvido, o céu sempre azul, um amor tranquilo, champanhe e caviar dia e noite. Uma semana, um mês, dez anos sem motivos pra chorar, sem um compromisso a cumprir, sem um desafio.
Fazendo essa transferência, consigo me ver estampada nas paredes de uma estação, eu e minha vida de comercial de cartão de crédito, olhando aquela outra mulher na plataforma oposta, em pé, esperando o trem para levá-la a uma reunião de trabalho, a um encontro que pode frustrá-la ou surpreendê-la, a um bairro em que pode estar chovendo, a um acontecimento que deixará seu coração palpitando, e penso que talvez eu continuasse angustiada com a imensa distância que há entre a vida que a gente sonha e a vida como ela é.
Estamos sempre de olho na outra margem, na plataforma de lá. E o vão nunca some.
Martha Medeiros
Fonte:ZH dominical 11/04/10
Com este belo texto da Martha desejo um ótimo fim de semana. E lembre sempre:cuidado com o vão.

26 comentários:

Chica disse...

Esse texto é uma verdadeira pérola da Martha! Lindo!beijos,lindo domingo,chica

Úrsula Avner disse...

Oi Mariana,

gosto muito da escrita da Martha Medeiros ... Agradeço muito o carinho de sua visita e comentário e interesse em seguir meu blog de poesias. Volte sempre ! Bj com carinho.

**£ú® disse...

Vim agradecer o carinho de estar me seguindo... apareça sempre... será bem vinda.

Bj de boa noite

**£ú®

REGINA GOULART SANTOS disse...

Mariana,

Esse texto da Martha é fabuloso ; "Mind the gap"!
A vida foi feita de momentos sublimes e que compensam todas as atribulações que passamos.
Mas, realmente, viver uma vida vazia, não é nada atraente, ao passo que, vivê-la de forma exaustiva, também não é a solução.
Então, "nem tanto e nem tão pouco", eis que para tudo deve haver um equilíbrio.
E quem disser que não tem problemas, minha amiga, é porque essa pessoa já é o "próprio problema, e ainda não descobriu isso".
Então, "let´s all minding the gap"... adorei a construção dessa imagem de seu texto.

Muitos beijos

Eliane disse...

Texto interessante!
Um abraço!

Lau Milesi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lau Milesi disse...

Desculpe Mariana, cometi um erro de digitação e refiz o comentário.
Eu dizia:
Olá Mariana, tudo bem? Obrigada por sua visita.Andei sumida em razão do meu acidente de bike.Estou voltando às atividades, ainda bem.
A Martha (olha a intimidade) é sensacional.Ela tira e põe palavras na nossa boca. Ela lê o pensamento feminino.
E vai mais além quando nos leva a imaginar uma vida eterna de prazeres, e etc.. Te afirmo: morreria de tédio. Viver é um eterno desafio, não é Mariana?

Um beijo pra você, para o futuro presidente e bom domingo!

Sônia Silvino disse...

Sou fã da Martha! A gente pensa e ela... escreve! rs
Bjkas, querida! Bom domingo!

angela disse...

Um belo texto sem duvídas.
Bom domingo
beijos

M@ria disse...

"A felicidade de um amigo deleita-nos. Enriquece-nos.
Não nos tira nada.
Caso a amizade sofra com isso, é porque não existe."

Jean Costeau


Amor & Paz no seu Domingo!Beijos meus!!

Celina disse...

OI QUERIDA PASSEI PARA DESEJAR-TE UM SEMANA DE MUITA PAZ.LI O SEU POST ACHEI MUITO INTERESSANTE.UM ABRAÇO CARINHOSO. CELLINA

Phivos Nicolaides disse...

Oi amiga. Interessante! Abracos.

Pena disse...

Maravilhosa e Linda Amiga:
"...Que é a distância entre a vida que você sonha e a vida como ela é”.
A distância entre a vida que você sonha e a vida como ela é.
Mind the gap, pois a queda é dolorosa.
Mantenha-se com os pés firmes na vida que você tem. Claro que a vida sonhada é determinante para a busca da felicidade, claro que é essa vida “do lado de lá” que nos mantém despertos, claro que o sonho é mais inspirador do que a realidade, porém, cuidado com o vão. É onde a gente se machuca..."

Olhe, amiguinha doce, já cai há muito no "Vão". Sou um sonhador assumido.
Se o temo?
Não. Ele faz parte de mim, mesmo perigoso, acredite?
A lição brilhante, que hoje nos trás, é coerente, exemplar e terna de solidariedade, encanto, ternura e beleza.
Já registei no meu coração frágil que nunca desiste e vai à luta num "combate" desigual de forças.
Um Post pleno de maravilha, encanto e delícia, as suas!
Beijinhos. Muitos.
É um Ser Humano admirável e notável.
Sempre a respeitá-la e a estimá-la.
Bem-Haja, pela ternura deixada expressa em palavras sensíveis de deslumbrar no meu blogue.

pena

É perfeita!
MUITO OBRIGADO pela pessoa gigantesca que é. É uma honra, a sua amizade sem iniquidade. Sinto-me feliz por ter uma amizade assim, acredite?

Cacá disse...

ESTAMOS PRECISANDO SUBSTITUIR O TERMO MOBILIDADE SOCIAL PELA MOBILIDADE ESPIRITUAL. ELEVARMOS UM PATAMAR ACIMA AS NOSSAS PERSPECTIVAS ESPIRITUAIS. PARA ESSE"ANDAR", OS VÃOS QUE HÁ NÃO OFERECEM RICOS. ÓTIMA CRÔNICA! BOM FINAL DE SEMANA. PAZ E BEM.

ValériaC disse...

Mariana ... que maravilha de texto...muito bom termos sonhos, metas...isto nos impulsiona, porém não nos tornemos escravos disto... pois, eles de repente podem não acontecer... a distância entre a realidade e a ilusão, sempre pede por discernimento...equilíbrio e consciência sempre ajudam a evitar desilusões.
Bom domingo e ótima semana!
Beijos...

Guará Matos disse...

É....não deixa de ter razão.
Mas eu u sonhedor compulsivo, me ferro, hahahahaha!
Bjs.

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Oi, Mariana
Li esse texto acho que na semana passada ou retrasada e me identifiquei muito.
Sempre bom ler Martha Medeiros!
Beijo

Pelos caminhos da vida. disse...

Adoro os textos de Martha Medeiros.

Para você amigo de Internet

Nós temos sentado dia pós dia,
compartilhando nossas vidas, nossos sonhos, nossos medos, nossos erros.
Continua me assustando como você
que um dia foi um estranho, tenha se transformado em um de meus mais
querido e estimado amigo.
Você é tão importante para mim como qualquer de meus amigos pessoais,
minha família ou vizinhos.
Você me faz sorrir,
quando compartilha suas brincadeiras.
Me faz rir quando conta suas histórias.
Me faz sentir sozinh@ quando se vai.
Você esta em meus pensamentos cada dia.
Para você...meu melhor amig@ da web!
Te Adoro!!!
Fique aqui onde eu possa te ver, te falar, compartilhar com você, suas brincadeiras, seu sorriso, seus sentimentos...
Obrigado por ser meu
amig@ de Internet!

(texto da net).

Uma semana de muita saúde, paz, amor e gdes realizações.

Beijooo.

Jeanne disse...

Puxa, depois desse texto, acho que a Martha não precisa escrever mais nada! Genial!
Gostei muito.
Beijos

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Texto maravilhoso,como tudo que a Martha escreve...é uma mulher que não só escreve ,sabe pensar!!

Um beijo e parabéns pela escolha!

Sonia Regina.

Minhas trilhas disse...

Amoo os textos de Martha Medeiros...esse texto diz muito, é perfeito! Tenha uma ótima semana.

ONG ALERTA disse...

É a vida...difícil definir...apenas que cada um deve fazer o melhor que puder com esta oportunidade que Deus nos deu em estar aqui agora...vivendo mais um dia... sonhando...aprendendo e principalmente com amigos como tu Mariana beijos Lisette.

Wanderley Elian Lima disse...

Martha Medeiros nos surpreende a cada texto, seus pensamento e reflexões são sempre pertinente e nos faz pensar. Valeu pelo texto.
Beijos Uma ótima semana para você.

jader/zezi disse...

Mariana...se pensarmos somente em "NÓS" sempre havera um vacuo...um vazio...enorme entre NÓS E A VIDA...q realmente queremos para NÓS e para NOSSOS SEMELHANTES...mas este NÃO É DEFINITIVAMENTE TEU PENSAMENTO...pensas muito mais adiante...um grande abraço amiga.- jader martins.-

anjo só disse...

muito bom o texto, tem uma cena no filme matrix que sempre me recordo, em que o representante dos criadores do mundo virtual comenta que no passado eles tinham criado um mundo perfeito para os seres humanos e milhares morreram, talvez de suicidio, Deus sabe o que faz .

um abraço, boa semana.

Daniel Savio disse...

Também não teriamos motivo para mudar sem o desafio...

Fique com Deus, menina Mariana.
Um abraço.