segunda-feira, novembro 09, 2009

Milagres

Os dias estão cada vez mais curtos, esta é a sensação que temos.Parece que o tempo voa.
O que estamos fazendo do nosso tempo?
Estamos conseguindo viver como merecemos, estamos achando tempo para amar, sorrir, para os nossos amigos e nossa família?
Ou um presente numa data especial, substitui atenção e afeto?
O que seria data especial?
Para mim cada dia é único e não volta.A vida é uma só.
Tenho como lema:"devemos amar as pessoas como se não houvesse o amanhã".
Por isso, achei muito interessante este texto e compartilho nesta segunda-feira para ele ser refletido.
Desejo uma semana produtiva para todos.
Um grande abraço, de urso de preferência.
Mariana Moura

"Meu calendário de mesa tem uma frase de Albert Einstein, ou atribuída a ele, pois hoje ninguém mais pode ter certeza de autenticidade alguma.
De qualquer maneira, é um jogo de palavras tão bem-feito, que deve ter sido mesmo elaborado por uma mente brilhante. Diz: “Existem apenas duas maneiras de ver a vida. Uma é pensar que não existem milagres e a outra é que tudo é um milagre”.
Gostei da citação e resolvi mostrá-la a um colega de trabalho. Ele olhou distraído para a cartolina que eu tinha nas mãos e exclamou assustado:
Meu Deus, já é novembro!
Também me espantei. Nem tinha percebido que o ano já está quase dobrando a esquina. A gente olha os dias e não vê o mês.
Pensei: pode ser mesmo que tudo seja um milagre, mas passa depressa demais. Novembro sempre me causa desconforto, pois precede aquela reta final do ano em que as pessoas ficam ensandecidas, querem ir a todas as festas, querem comprar tudo o que veem, sentem-se obrigadas a dar presentes, correm mais no trânsito, estressam-se demasiadamente.
Final de ano é tempo de bipolaridade, de euforia e depressão. Sei que tudo é relativo – como diria o autor da frase –, há quem ame a agitação, mas costumo ficar desnorteado com tanto compromisso e tanta pressão.
Se eu pudesse fabricar o meu próprio milagre de fim de ano, reeditaria uma cena de um dos filmes da série Super-Homem, aquela em que o herói voador faz o planeta girar ao contrário para o tempo retroceder. Nem precisaria voltar muito. Eu nem usaria meus superpoderes para recuperar as alegrias da infância ou as aventuras da juventude.
Bastaria retornar alguns dias neste calendário de papel, talvez até o início da primavera, só para que as pessoas reduzissem o ritmo de seus passos e a marcha de seus corações.
Temos pressa de quê?
Se não existem milagres, é bom que façamos as coisas devagar e bem-feitas, já que a construção do mundo depende da nossa inteligência e da nossa capacidade de realizar. Se tudo é fruto de um prodígio acima da nossa compreensão, de um sopro no barro ou de uma explosão galáctica, mais razão ainda para curtir com gosto e prazer a parte que nos toca.
Como não posso parar o planeta, nem fazer a vida recuar, faço o que está ao alcance de minhas mãos e retrocedo duas folhas do calendário. Encontro em setembro uma frase de Santo Agostinho – ou atribuída a ele, sempre é bom frisar – que talvez seja a resposta para esta angustiada reflexão: “Não há lugar para a sabedoria onde não há paciência”.
Tudo bem. Só não me obriguem a correr também."
Texto do jornalista Nilson Souza
Fonte:ZH 07/11

12 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Que seu amanhecer seja tão encantado
como a mágica de todas as fadas...

Seus desafetos sejam tão pequenos
como a menor gota do mar...

Seus caminhos sejam tão límpidos
como as águas do mais sonhado riacho...

Suas fantasias sejam tão boas
como o desejo da jóia mais cara...

Sua docilidade seja tão sensível
com a do mel mais natural...

Sua capacidade seja tão aprovada
como a alma mais povoada...

E nosso afeto seja tão verdade
como é nossa amizade...

(texto tirado da net).


Tenha um lindo dia.

beijooo.

Mª José disse...

Feliz semana
Besos de colores

sandra Freitas disse...

Minha linda,
tenho a impressão de que o tempo é nosso maior Vilão. Mas tenho aprendido uma oração com o rei Salomão no seu livro de provérbios.
"Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios"
O hoje é tudo. Precisamos aprender a usá-lo para acumular sabedoria. As pessoas que amamos nem sempre estarão aqui, as coisas passarão. Tudo se corrompe(no sentido de acabar)nada se isenta da ação do tempo. Por isso devemos buscar a sabedoria Divina para vivenciar cada dia como se fosse um grande presente.
Bjos minha linda.

Majoli disse...

Querida Mariana, tanto as tuas palavras como o texto escolhido por você é de uma reflexão necessária nos dias de hoje, nessa correria desenfreada do ser humano em busca do que nem sabe.

E o tempo voa sim, mas se soubermos viver cada minuto de nossa existência amando e dedicando um pouco de nós a todos os nossos irmãos, terá valido a pena.

Beijos com carinho.

Tomei a liberdade de deixar uma brincadeira pra você lá no rabiscos, espero que gostes.

Linda semana pra você e beijinhos meus pro Matheus.

Angeles disse...

Não há lugar para a sabedoria onde não há paciência”.
No conocía esta frase, me ha gustado encontrala.
Todo el texto realmente muy sabio.
Gracias.
Buena semana!!
Besos:)

mimbre disse...

hola Mariana...
Da la impresion que los dias son más cortos, pero como dice mi esposa: "El tiempo de Dios es perfecto". Muy buena entrada, AMIGA¡
Un abrazo enorme y buena semana¡¡
Osvaldo

angela disse...

Um texto interessante, para refletir mesmo afinal JÁ ESTAMOS EM NOVEMBRO..........
beijos

Mahria disse...

Eu acredito que tudo é um milagre, inclusive o tempo ter passado tão rápido e não deu tempo. Não deu tempo de muita coisa que sonhei e ainda assim continuo a sonhar a planejar... Só pode ser um milagre.

Bjs
Mah

Pena disse...

Doce Amiga de sonho:
Cada vez que entro aqui gosto mais e mais dos seus adoráveis e sensíveis textos.
Dá-nos autênticas lições de vida.
Fico feliz por partilhar as suas ternuras e doçuras numa pessoa linda e com sentimentos lindos.
Fascina e eu tenho a honra de poder comentar tanta pureza, encanto e beleza inequívocas.
Sinceramente, é doce, linda e espectacular.
Parabéns sinceros e muito obrigado pela sua majestosa simpatia.
Beijinhos de pura amizade perante o seu brilhantismo e capacidade de transformar a sua ternura em textos brilhantes e fantásticos que registo sempre.
Sempre a fascinar...

pena


Excelente. Linda.
Parabéns.
Bem-Haja, pelo seu talento sem fim.

Claudia Bins (Cacau) disse...

Oi,

O Blog Mosaicos do Sul te convida para uma visitinha... e se quiseres, traga um mimo de lá para cá, é seu!

Abraço,

Cacau

manuela baptista disse...

Afastamo-nos do essencial,

inventamos máquinas para aligeirar o nosso trabalho e levamos horas a enche-las, a despejá-las, a limpá-las.

Corremos entre o trabalho e a escola, a aula de ginástica e o supermercado, o metro e o autocarro.

Temos de ser magras, perfeitas, bem dispostas e bem penteadas.
Exigimo-nos mais do que o próprio Criador que ao fim de cada dia se ri de nós, baratas tontas à procura de quê?

O maior milagre será encontrarmo-nos a tempo de sermos felizes!

Um beijo para a Mariana

e obrigada pelas suas reflexões

Manuela Baptista

ZildaeAntonio disse...

Querida Mariana
Também tenho essa sensação, que os dias estão cada vez mais curtos, que o tempo voa...e temos também um lema que devemos viver o hoje como se fosse o último dos nossos dias, amando, respeitando e desejando o melhor ao próximo, não fazendo o que não gostaríamos que fizessem conosco. Saber viver e deixar viver é um grande segredo!
Quando era criança achava que o tempo não passava e ficava ansiosa, hoje vejo como me enganei...
Um abraço e tudo de bom!