segunda-feira, novembro 30, 2009

As cartinhas para o Papai Noel


Hoje estive nos correios em Gravataí para buscar cartinhas das crianças escritas para o Papai Noel.
O funcionário disse que ainda não estava disponível e deu as costas.
Depois telefonei para saber quando eu poderia ir ler as cartas e fui informada que todas estão sendo encaminhadas para Porto Alegre.
(Segundo informações , é que não há pessoas disponíveis para este trabalho).
Mas daí é sacanagem, eu acho.
Eu deduzo que a população de Gravataí não irá em Porto Alegre para buscar cartinhas, até porque eu não irei.
Porque eles dificultam "as boas ações"?
O que eu farei, é atender as crianças do Natal passado, mas sem saber qual foi o pedido para o Bom Velhinho.
É que eu pego as cartas e eu mesmo vou no endereço entregar o presente, e faço isto em família.
Entregar os presentes para os correios levar às crianças está fora dos meus atos.
E como moro em Gravataí, quero crianças que morem também aqui.
Confesso, fiquei frustada com esta mudança, pois acredito que muitas crianças daqui não terão seu pedido atendido.
Por que as coisas boas acabam enquanto as ruins permanecem?
Imagina se os correios de Porto Alegre também não quiserem mais receber as cartinhas, irão mandar para onde? para o Polo Norte?
Faço isto não por ser boazinha, mas é uma forma de agradecimento à Deus. ELE sabe disto.

26 comentários:

ZildaeAntonio disse...

Oi, querida Mariana
Agradecer a Deus demonstra a nobreza de seus sentimentos. De um modo mais comum, as pessoas costumam pedir, sempre pedir alguma coisa (quase sempre material)a Deus.
Você é mesmo quem eu pensava que fosse!
Um abraço fraterno e ótima semana para vc e a todos que ama!

ONG ALERTA disse...

Mariana engracado queremos fazer algo para ser bom mas nao podemos depender de terceiros pois eles nem estao ai para quem quer ajudra fazem seu trabalho por obrigacao e nao de coracao, nao deixa de buscar quem sabe de outra forma, um entidade com crinacas carentes e escolhe uma para ajudar beijo e sorte. Lisette

Ângela Coelho disse...

Amiga! É mais difícil fazer o bem do que o mal. As oportunidades para corrupção, roubos, sem-vergonhices estão a altura de um dedo, mas para o bem temos que vencer vários obstáculos, até conseguirmos realizar a nossa vontade.
Continuas entregando presentes para as crianças que sabes que precisam e que estão mais perto de ti pois o que vale é a intenção de fazeres o bem.
Beijos no teu coração.

'Ariane .( lla Belle )' disse...

Nosssa, que lindo isso que você faz tá de parabens, enquanto o correio, foi pessimo ter que em outro lugar, e tals --'
é mais facil fazer o mal do que o bem --'

beijos

angela disse...

É de matar...uma vergonha.
Deve ter uma ouvidoria, algum lugar pra reclamar, todo orgão que presta serviço pubíco tem que ter.
beijos

Antonio Paulo disse...

Querida amiga mariana para você nota " 10 " para os serviços públicos nota " 0 ". Que país é esse?
Por isso roubam telhas destinadas as casas destelhadas pelo vendaval. Por isso roubo e mais roubo. O bem luta luta e parece novela quem se da bem é o mau sempre. Mas vamos fazer nossa parte. Por isso quando atendo carentes só eles e Deus ficam sabendo. Se não qualquer dia vão querer que eu pague impostos pelos almoços servidos.

Antonio Paulo disse...

" Em tempo começo amanhã de papai noel no Moinhos Shoping te espero lá". A tarde.

Chica disse...

Certas vez fui até lá e não podia entrar pois tinha que respeitar os horários deles. Um calor de matar e eles ao invés de facilitar...Pena! Eu também dou para outras crianças...beijos,chica

Chica disse...

Voltei, pois lembrei! Queres coisa mais difícil do que DOAR SANGUE? E tantos necessitando? Tem horários específicos...Pode? Aqui vale tudo e quando se quer ]ajudar, esbarramos nisso!beijos,chica

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Mariana, querida!
Façamos a nossa parte sempre com Amor Fé Esperança Luz Paz Solidariedade!
Tudo isso é Você, minha Linda!
Sempre haverá amor porque assim desejamos e assim há-de ser!
Muito obrigada, amiga!
Abençoadíssima Semana,
Renata

NUNCA DESISTA DO SEU AMOR
Composição/ Rodrigo Santos


A sorte está lançada

Jogou a âncora pra nada

A gente acha que tudo

Se resolve de uma vez

E de qualquer maneira

Seja num dado

Ou numa cartada

Quem a gente quer

Nem sempre se resolve

De uma vez

Descobri que havia

Menos dois degraus na escada

E mais espaço no elevador

A bota já não está tão apertada

E da janela de casa

Vejo o sol se pôr

Se não houver vento

Reme!

Se não houver lua

Uive!

Se estiver sem ar

Se inspire!

Mas nunca desista

Do seu amor

Se não houver chance

Crie!

Se houver silêncio

Grite!

Se não houver palavra

Escute!

Mas nunca desista

Do seu amor

Já faz algum tempo

Que eu ouço tudo

O que você me diz

Nos demos chance de entender

O que você fez

E o que eu fiz

E de qualquer maneira

Seja num dado

Ou numa cartada

Quem a gente quer

Nem sempre se resolve

De uma vez

Descobri que havia

Menos dois degraus na escada

E mais espaço no elevador

A bota já não está tão apertada

E da janela de casa

Vejo o sol se pôr

Se não houver vento

Reme!

Se não houver lua

Uive!

Se estiver sem ar

Se inspire!

Mas nunca desista

Do seu amor

Se não houver chance

Crie!

Se houver silêncio

Grite!

Se não houver palavra

Escute!

Mas nunca desista

Do seu amor

Nunca desista

Do seu amor

Wanderley Elian Lima disse...

Pois é Mariana, eles dificultam tudo e quem sai perdendo são as crianças. Aqui em BH já peguei a minha cartinha felizmente.
Beijos

Judite (Dite) disse...

É sempre bom continuar com o sonho do Pai Natal, as pessoas é que o tornam irreal!
O que conta é a intençao e a sua boa vontade!
Parabéns,
Judite

elainegaspareto disse...

Mariana,
Muito obrigada porsua visita e comentário em meu blog de contos.
Sobre seu post, ainda hoje falei mais ou menos disso em meu blog pessoal: e assino embaixo da sua pergunta: por que o que é ruim dura mais?
Aff, tem hora que desanima...
Beijos, querida.

REGINA GOULART SANTOS disse...

Que absurdo, minha amiga Mariana.
Como é difícil fazer o bem ...
Vou adotar esta idéia de pegar cartinhas das crianças no correio, e entregá-las em mãos.
Vou passar esta bela iniciativa a outras pessoas que igualmente, se sentiriam mais felizes do que as próprias crianças.
Obrigada por seu comentário e visita Mariane.
Beijos

Sônia Silvino disse...

Oi, Mariana!
Que estranho!
Infelizmente, o espírito de Natal existe mais nas propagandas para vender presentes!
Mas não desista. Existem outros caminhos pra ajudar. E só corações como o teu, sabem buscá-los!
Bjkas!

Marlene Maravilha disse...

Isto é muito triste Mariana, mas nao desistas destes atos, porque podes achar outra saída. Este trabalho é lindo.
Obrigada pela tua visita no meu espaco. Apareca sempre!
beijos e uma terca feira cheia de bencaos!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

A maior crise que vivemos é a do afeto.
Tão fácil permitir que outros sejam felizes a partir de pequenas atitudes. Mas falta boa vontade por todos os lados.
Desistir então?
Jamais.
Que cada dificuldade faça nascer dezenas de inspirações.

Esta semana publiquei em meu blog
www.sonhosdeumprofessor.blogspot.com
um texto que fala sobre disciplina.

Se tiver um tempinho passa por lá e deixa tuas impressões.

Semana de sonhos para ti.

Everson Russo disse...

É um sonho ainda alimentado ate hoje...é bonitinho....beijos eum belo dia.

Pena disse...

Maravilhosa Amiga:
Não é para retribuir.
Sabe, tem uma Alma e um Coração ENORMES do tamanho do mundo.
Excelente sentir numa sensibilidade magicamente perfeita.
Parabéns pelas qualidades solidárias que possui em si.
Beijinhos amigos.
Sempre a respeitá-la e a estimá-la.
Com admiração constante.

pena

Linda...!
Bem-Haja, pela brilhante sensibilidade que deslumbra e enternece.
MUITO OBRIGO pela sua pura amizade.

Ailime disse...

Mariana,
Nunca desista de ser a pessoa maravilhosa que é!
Quanto mais difícil o nosso caminho melhor saberemos apreciar as pequenas grandes coisas que Deus nos oferece a cada instante.
Sobre a sua visita ao meu cantinho, coloquei uma mensagem na sua reflexão anterior.
Um beijinho e bem-haja.

Elaine Barnes disse...

Ôh Mariana, que triste essa complicação em!Tb não entendo porquê até a solidariedade e boa intenção tem burocracia nesse país. Tomara que vc consiga uma entidade que tb necessite da sua humanidade aí. Ah, meu netinho está lindo e gostoso, dá vontade de amassar sabia?! É bonzinho e sorridente. Mama e dorme. Tem 15 dias e já está diferente,mais fofo ainda! bjs

Vivian disse...

...e este Brasil sempre
dificultando a vida de quem
realmente gosta de fazer o bem.

Mariana querida,
obrigada pela visita
lá no Alma tbm.

vc é uma linda!

luciacarlinhos disse...

OLA AMIGA NÃO DEZISTA SE NÃO ACHAR CARTINHAS TE DOU AS MINHAS SÃO SO DUAS SE TU PEGA UMA EU FICO COM A OUTRA MAIS NÃO SE APAVORE COM OS PEDIDOS BJS

luciacarlinhos disse...

OLA AMIGA NÃO DEZISTA SE QUISER DIVIDO COM TIGO AS MINHAS SÃO SO DUAS MAIS EU FICO COM UMA E TU COM A OUTRA TA BJS

Lau Milesi disse...

Mariana, canso também de me perguntar por que as coisas boas,as que funcionam ,dão certo, não têm continuidade... Fico sem resposta.
Aqui formamos um pelotão em dois orfanatos mas, enviamos as cartinhas para empresários doadores.

Um beijo

Daniel Savio disse...

Mas Mariana, sei que as cartinhas são um método para fazer a bondade de forma mais emblematica, mas será que não tem outra forma para ajudar?

Fique com Deus, menina Mariana.
Um abraço.