quarta-feira, fevereiro 11, 2009

Amigos e livros


Devemos buscar amigos como buscamos livros.
Acertar na procura.
Não exija que sejam muitos,
mas que sejam bons.
Não exija que sejam ricos,
mas que sejam fiéis.
Não exija que tenha boa profissão,
mas sim de bom coração.

É triste o homem que não pode buscar livros
por não saber lê-los.
Mas é ainda mais triste o homem que não pode buscar
amigos por não saber conquistá-los.
É triste a estante vazia por falta de livros,
mas é ainda mais triste o homem
oprimido por falta de amigos.

Os livros nos tiram da turbulência da alma,
nos fazem refletir sobre grandes acontecimentos,
mas o amigo converte tormentas e tempestades
em chuva de sentimentos.

Não podemos chamar de rico
o homem que não tem livros,
mas podemos afirmar que é mendigo
o homem que não tem amigos.

Um comentário:

Antonio Paulo disse...

Olá Mariana tudo bem? Um abraço desse amigo. Verdade mas eu penso assim temos que se possível juntar os dois amigos e livros.