terça-feira, junho 29, 2010

Uma vergonha para a humanidade

Enquanto você lê este blog, 350 mulheres e meninas, em média, estão sendo submetidas a cada dia a uma prática que subverte a noção de humanidade. Em quartos escuros, vítimas de bisturis enferrujados, elas têm parte ou a totalidade dos órgãos sexuais extirpados. Por ano, segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância, 3 milhões de pessoas passam por esse tipo de cirurgia em algum país africano, ao sul do Saara, ou em nações de maioria muçulmana do Oriente Médio. Mas não se engane: a prática não ocorre apenas em famílias desprovidas de estudo em grotões subdesenvolvidos. Na Europa rica, é comum imigrantes viajarem para seus países de origem para mandar mutilar suas filhas.
Acredita-se que, sem o clitóris, a mulher é vista como mais bonita aos olhos do marido e que ficará psicologicamente mais equilibrada. Trata-se, na verdade, de pura violação dos direitos humanos. A mutilação traz inúmeras complicações para a saúde, podendo levá-la à morte ou a contrair o HIV, sem falar dos traumas psicológicos.
Por isso, a história de Waris Dirie, modelo somali que fugiu de seu país, retratada no filme Flor do Deserto (em cartaz no Brasil), é triste. Mas necessária. No século 21, ainda é preciso lembrar que isso ocorre. Enquanto você lê este texto.
Veja o trailer do filme em http://migre.me/RXSt
"A violência contra a mulher é contra nossa humanidade", diz médico Denis Mukwege
O médico congolês Denis Mukwege participou ontem (28/06) do Fronteiras do Pensamento, na Capital. Ele, que já tratou mais de 21 mil mulheres vítimas de violência sexual durante os anos de guerra na República Democrática do Congo, falou sobre sua experiência humanitária.
A violação não é uma relação sexual. A violação é uma destruição — disse o médico.
Fonte:Zero Hora

42 comentários:

Elaine Barnes disse...

Não dá pra ficar calada mesmo. No século XXI as pessoas não evoluirem,um asurdo. Vi o clip do filme e quero assistir,ser mulher não deveria ser tão doloroso. afi . MUito triste. Montão de bjs e abraços

Camila Santiago disse...

a violencia contra a mulher e foda mesmo... ahhhh .... tenha um excelente dia.. bjoks

Cacá disse...

As trevas ainda não foram totalmente atingidas por uma luz. Que coisa abominável! Guerreia-se por petróleo, há países que se arroubam paladinos do mundo, mas não fazem absolutamente nada pelos direitos humanos. Que merda(desculpe) é esse sistema! Abraços. Paz e bem.

Eduardo Medeiros disse...

Mariana, a cultura é um coisa complicada. Me parece que a prática tem um fundo religioso (ou não?). Tendo ou não tendo, é cultural. Aos nossos olhos, sem dúvida, é uma violência. O que pensam essas mulheres sobre esta prática? Elas poderiam rejeitar se quisessem? Existe violência dos homens para manter tal tradição? A circuncisão em um menimo de 8 dias de nascido pode ser vista como "mutilação'?

A questão é mais complexa do que parece. Parabéns por abordar o tema. Abraços

ValériaC disse...

Amiga, triste demais vermos tanta ignorância, tanta falta de Respeito humano...
Muito tem que ser refletido, questionado e mudado...
Beijos
Valéria

ZÉ IGNÁCIO GODOY disse...

Grande coisa seria termos
força moral e de direito para
minimizar e até erradicar este mal do mundo, vejo porem com tristeza
que estamos de mãos amarradas pois que antes devemos olhar para o nosso quintal e ver o quanto de violência,
se pratica contra a mulher no brasil!
parabéns gosto muito do seu blog!

Chica disse...

Incrível ver isso acontecer!beijos,chica

Wanderley Elian Lima disse...

Chega ser chocante e tudo isso. O problema é que nos países orientais, em muitos deles, essa prática faz parte da cultura, e aí a coisa complica devido ao radicalismo.
Beijos

Mauro S disse...

Sinceramente eu não sei o que passa na cabeça destas pessoas, que cultura é esta?
Cortam pessoas, assassinam pessoas!
Isto é crime!
É lamentável!
Beijos, Mauro

brasildobem disse...

É uma verdadeira atrocidade, um terrorismo físico e psicológico que merecia a pena de morte para aqueles que a praticam.
Bjs
Janeisa

Minéia Pacheco disse...

Olá Mariana,

Muito triste saber que muitas mulheres sofrem esse tipo de violência, que mundo é esse?

Obrigada pelo carinho de sempre!

Beijos e até mais...

manuel marques disse...

"Não é o sofrimento das crianças que se torna revoltante em si mesmo, mas sim que nada justifica tal sofrimento ."

Beijo.

Marliborges disse...

Mariana querida,
Os direitos humanos tem feito muita coisa a esse respeito. Tu nem imaginas com o era antes. As obras sociais das entidades filantrópicas, há anos que vem lutando, vem tentando mudar essa "cultura" e, se tu soubesses onde residem as dificuldades, não irias acreditar!!!! Nas próprias mulheres! Por isso as pessoas que trabalham nessas obras trabalham nas bases e é bem complicado. Eu nem sei como aguentam. E sofrem pressões de todos os lados. É um problema de mentalidade. A mesma coisa que as deformidades dos pés das chinesas. Muito tempo depois de haver sido PROIBIDO por lei, essas práticas ainda continuavam "na calada das noites". Pra que as meninas não tivessem mais seu pezinhos deformados pelas mães, foi preciso além da lei, mudar as cabeças dos envolvidos. Voltando ao assunto, nas obras sociais, trabalha-se com os meninos e com as meninas sozinhos e com os pais e avós, a mesma coisa com os jovens. É um trabalho de formiguinha, de convencimento, de explicações, de angústias. Mas já tem surtido efeitos concretos. Acompanho alguns projetos nessa área. É a mesma coisa que o respeito aos animais. É tudo uma questão de cultura e livre convencimento. Bem vou parar por aqui, mas ainda teria muito pra contar. Talvez um dia eu faça um post a respeito. Achei ótimo esssa postagem que tu fizestes, tem que botar a boca no mundo, tem que mostrar ao povo o que acontece com pessoas como a gente, com as crianças femininas. É um pesar, um flagelo só! Beijos amiga, desculpa o comment tão grande.

Celina disse...

É AMIGA, E UM MUNDO LOUCO ESSE NOSSO, CHEIO DE CONTRDIÇÃO, LÍ SOBRE ISSO ACHEI UM BABÁRIE, CREATURAS MARAVILHOSAS ESSAS QUE CUIDAM PARA NÃO SER PIOR., FALAM E VÃO A LUTA POR UM MUNDO MELHOR. DEUS AENÇÕE A TODAS QUE DE UMA FORMA OU DE OUTRA PROCURAM AMENISAR DIVULGANDO. UM CARINHOSO ABRAÇO CELINA.

Beli disse...

A violação em qualquer pessoa é algo inaceitável, não apenas por se tratar de um acontecimento em pleno século XXI, mas pq tds nós temos o direito a vida e a saúde... Infelizmente, em algumas culturas existe esse tipo de violência contra a mulher, violações justificadas em crenças e tradições...
É forma como a mulher ainda é vista como submissa em algumas culturas...
Boa dica de filme! Vale a pena conferir!
PS: Obrigada pela sua visita no meu blog!
bjus

Misturação - Ana Karla disse...

Um crime contra o psicológico!
Mutilação não se faz.
Como disse você, em pleno século 21.
Isso é uma barbaridade.
Dois anos atrás fiz um trabalho sobre esse assunto.
Cada vez mais fico chocada.
-------------
Mudando um pouco o assunto.
Fiquei rindo até agora do 171. kkkkk
Você é muito espirituosa.
Mil pra você.
Seja muito bem vinda no MIsturação.
Não vou perder você de vista.
Xeros

007BONDeblog disse...

Mariana

Boa tarde

Triste, vergonhoso, desumano. E o pior, apenas uma das formas de violência contra as mulheres. Nesse momento minha amiga, centenas de brasileiras, são escravas em prostíbulos da Espanha e Portugal.

UM ABRAÇO E GRATO PELA VISITA.

Te convido a conhecer:
ConeXãoBlogs
http;//007conexaoblogs.blogspot.com/

Déborah Simões disse...

Flor, amei teu blog.. São tantos assuntos, tantas coisas aqui.. Amei, amei..
E obrigada pela visita..
O 'Alma de Topless' é feito para nós, mulheres..

bjok

G I L B E R T O disse...

Parabéns pelo post, informativo e sensivel, além de muito instrutivo.

Gostei do seu blog!

Parabens!

Gilberto
nel mezzo del cammim

Tere disse...

querida mariana,agradeço vc ter me visitado,volte sempre,meu cantinho é simples,pois nada sei de literatura.porém conheço um pouco de sentimentos.grande beijo carinhosamente tere.

Isa mar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Isa mar disse...

Olá Mariana, a coisa aqui é quente pelo jeito rsss
E eu que achei que as vezes estrapolo um pouco... mas já vou ficando por aqui e depois volto pra olhar tudo com mais calma
Acho que podemos contrabalançar a Paz que encontrou lá em meu cantinho com a Energia que encontrei aqui, gostei!
Beijos de Luz pra você!

Nanda disse...

Oi, Mariana!
Agradecendo e retribuindo a visitinha ao meu blog... Obrigada pelas palavras carinhosas!
Seu blog é ótimo... e esse post é muito importante, quanto mais divulgação e conscientização, melhor!
Beijinhos.

JPM disse...

Olá,
Como isso ocorre por questões culturais e religiosas é, realmente, um trabalho de formiguinha para mudar as mentalidades...
É cruel, dói, mas...é o ser humano e suas crenças.
Sem estabelecer comparações... e o homem que mutila animais pois os considera mais bonitos com cauda e orelhas cortadas? E aí não é questão religiosa ou cultural... é questão de mero egoísmo, de achar-se o dono, quem sabe, deus...
A cabecinha nossa de todos os tempos é complicada, e as religiões, via de regra, colaboram um monte para que não ocorram nudanças positivas...certamente, é o temor de perder privilégios.
Saúde e felicidade.
JPMetz

AFRICA EM POESIA disse...

mariana
Menina linda

Obrigada...o selinho é para ti...

o teu texto é muito importante..


Depois do jogo portugal/Espanha estou em estado de choque.mas...eu sabia...

um beijo

Lêda disse...

Revoltante , e o maior medo que tenho e que isso seja apenas a ponta de um icberg , constituido de sérias convicções religiosas e culturais....que são duras de serem mudadas....

Tina disse...

Oi Mariana
Obrigada pela sua visita no meu blog, e por ser uma seguidora do mesmo.
Lendo seu post. fiquei pensando, às vezes reclamamos tanto, nos angustiamos por tão pouca coisa, nos entristecemos com coisas tão pequenas, enfim ficamos olhando para o nosso próprio umbigo, nem nos importamos com as barbaridades que acontecem a cada instante com nossos semelhantes.
Precisamos ser mais sensíveis,e nos importarmos mais com nossos semelhantes.
Eu não posso fazer nada, (mas o Meu Deus pode todas as coisas.)
beijin
Tina(Sonhar e Realizar)

Vieira Calado disse...

É preciso denunciar, sempre,

estas situações.

Saudações poéticas.

Pelos caminhos da vida. disse...

Qta maldade, qta ignorância, não dá pra acreditar numa coisa dessa, e o pior é que é real.

beijooo.

Pepi disse...

Olá Mariana,
Viemos retribuir a sua visitinha
Tenha uma boa noitinha
Lambeijos e Ronrons
Pepi e Xixo

Guará Matos disse...

Fanatismo, estupidez, crueldade... Sei lá.
Bjs.

Cris disse...

Eu aprendi que existe a História e existe a Cultura. E...até onde a Cultura faz parte da História e vice versa? Ou até onde uma influencia a outra? Ou seja, até que ponto a mutilação, não é para algumas mulheres africanas um ato comum? Eu disse "algumas", mas a prática da excisão é comum em muitos países da África e Ásia. E digo mais! Eu acredito, que isso vai muito além da nossa compreensão ocidental. Bjs

Janetinha disse...

Tradições arcaicas! Prova de que o ser humano ainda continua na época das cavernas em muitas partes do mundo...

lis disse...

É vergonhoso mesmo Mariana
parece mentira que em pleno século XXI ainda tem mentes atrasadas e perversas assim.
meu pc está com um probleminha de ocnfiguração quando estiver bom vejo o video,ok>
anotei pra depois, obrigada pela indicação, é sempre bom refletir e denunciar.
um grande abraço

Marilu disse...

Querida amiga Mariana, a violência contra a mulher está cada vez mais em evidência. Essa mutilação é atribuida a ritos religiosos, sem sentido algum. Vergonhoso, as mulheres pedem socorro..Tem que denunciar...Beijocas

FERNANDO disse...

Que barbaridade!
E pensar que estamos no século XXI!
Abraços e até mais, Mariana.

Mariane disse...

Quase inacreditavel que atos tão incompreensiveis ainda ocorram neste mundo que se diz "civilizado". Apesar de respeitar as diversidades culturais, alguns rituais são arcaicos demais para manterem-se em uso. DEVEMOS SIM NOS MANIFESTAR CONTRA E DIVULGAR ESTE ALERTA!
Vim agradecer tuas palavras no meu blog, e me deparo com algo tão real, parabéns pela tua escrita!

ONG ALERTA disse...

O desrespeito a vida, ainda se vive a escravidão...paz.
Obrigada por teu carinho beijo Lisette.

cantinho she disse...

Oi Mariana, vim te conhecer e te dar as boas-vindas lá no meu Cantinho, fique à vontade por lá.
Em relação ao seu post realmente é um absurdo, aliás qq violência é muito ruim.
Tb estou por aqui e voltarei mais vezes, beijo, beijo!
She

Mari Amorim disse...

Mariana,
triste,mas devemos falar sobre o assunto,denunciar.Parabéns!
Mari

Anne Lieri disse...

Mariana,que chocante esse post!Olha,quanto mais eu conheço os homens mais gosto do meu cachorro!Que barbaridade total!Obrigada por compartilhar!Bjs,

Daniel Savio disse...

Infelizmente, nestes lugares isto é considerado cultura, sendo que leva tempo e diplomacia para mudar tal atitude...

Fique com Deus, menina Mariana.
Um abraço.