quarta-feira, março 17, 2010

Fiéis e inteligentes

As mulheres acabam de ganhar um belo argumento contra os don juans: segundo uma pesquisa divulgada recentemente, homens fiéis são mais inteligentes que os infiéis.
Dito assim, parece conversa pra boi dormir, mas há uma informação importante por trás desse resultado. Satoshi Kanazawa, especialista em psicologia evolutiva da London Schools of Economics, descobriu que há uma mudança de mentalidade em curso, e essa é a grande notícia.
Todos sabem a força da cultura herdada. De geração em geração, homens lidam com sexo de uma maneira menos romântica que as mulheres. Realizam suas fantasias e desejos à revelia de seu estado civil, amparados pela teoria ancestral de que nasceram para espalhar o maior número de sementinhas e assim garantir a permanência da espécie. Com um álibi bom desses, a infidelidade masculina acabou sendo considerada apenas uma travessura, e, se a traição magoava as parceiras fixas, azar das parceiras fixas. Perde-se um ônibus, logo vem outro, não é o que dizem?
O que o sr. Kanazawa revelou ao mundo é que os homens começaram a perceber que esse rodízio pode ter um alto custo emocional. O sexo clandestino é muito divertido e o risco de ser descoberto pode deixá-lo ainda mais saboroso, mas se for realmente descoberto, surpresa: já não haverá uma Amélia para perdoar.
Antigamente, as mulheres faziam olho branco não só porque “homem é assim mesmo”, mas porque a sociedade não recebia de braços abertos as desquitadas, e, além de sozinhas, elas teriam que viver de pensão e reduzir seu padrão de consumo, sem falar no trauma causado aos filhos. Uma derrocada familiar que era facilmente evitada: bastava fingir que nada estava acontecendo.
Hoje, independentes financeiramente, com a sociedade as reverenciando e conhecedoras de truques para não envelhecer jamais, as mulheres já não têm por que ficar aturando desaforo. Se a linha de ônibus deles é frequente, a nossa também, basta fazer um sinal. Mas não é a variedade que costuma nos dar uma bela história de vida pra contar.
Afora as imutáveis diferenças hormonais que determinam o comportamento sexual de machos e fêmeas, o aspecto cultural pode realmente estar passando por uma evolução. Os homens mais inteligentes (cuja pesquisa inclui também os ateus e os politicamente liberais, mas nisso ninguém se ateve) são aqueles que estão atentos às transformações sociais e que se deram conta de que mais vale ter uma mulher incrível ao lado do que uma coleção de biscates, e resolveram reduzir a farta distribuição de sementinhas. Sendo homens seguros, não precisam copiar o padrão machista de seus pais e avós. Captaram, com mais rapidez que os neurologicamente desfavorecidos, que o risco de perder a mulher amada é grande e que a fidelidade pode ser um bom investimento a longo prazo. Como é que ficaram tão espertos?
Precisaram ficar. Suas mães e avós, também muito inteligentes, pavimentaram essa mudança antes deles.
Texto:Martha Medeiros
Fonte:ZH

14 comentários:

Daniel Savio disse...

Hua, kkk, ha, ha, o eterno calcanhar dos homens (o supostos sexo com a outra)...

Fique com Deus, menina Mariana.
Um abraço.

Angeles disse...

Hombres y mujeres estamos evolucionando, el cambio parece lento pero la vida nos está modificando, ojalá vayamos a mejores y seamos más unidos, que tengamos más amor que inteligencia.
Besos:)

Myÿ h disse...

Já havia lido sobre esta reportagem, e sabe que eu até acho mesmo que homens fiéis são mais inteligentes... vê: meu namorado é muito muito inteligente, e ora, é muito muito fiel!
E realmente, faz sentido!

Wanderley Elian Lima disse...

Oi Mariana
A Martha Medeiros é realmente incrível, mas me permito discordar de alguns argumentos para tal pesquisa que, a princípio não acredito. Não que eu seja um galinha, mas acho simplista demais justificar a traição culpando o QI. As coisas vão muito além disso. Não estou justificando, apenas tenho uma visão própria sobre a questão, que não necessariamente é a da incrível Martha.

Beijos

Pelos caminhos da vida. disse...

Desde o inicío vi que o meu é BURRO.

Esteja certo de
que a felicidade
de sua vida não
pode vir de fora.

Você só poderá
encontrar a
felicidade quando
souber fazê-la
nascer de dentro de
seu coração,
quando aprender a
ajudar a todos
indistintamente,
com suas ações,
suas palavras e
seus sentimentos.

Hoje estou muito feliz e
quero dividir minha felicidade
com vc.

beijooo.

Pensador disse...

Eu não vou concordar e nem discordar do artigo dela. Existe uma grande mudança nos padrões de comportamento, é fato. E acho que a mudança é para melhor, no sentido de que, por mais lentamente que seja, a mulher passe a ser mais valorizada. Mas com relação à questão da traição, um detalhe que eu vejo como constantemente "esquecido" é que, exceto nos casos homossexuais, para haver um relacionamento é preciso um homem E uma mulher. Na minha opinião, o que acontece é que mulheres que traem são apenas mais discretas que homens que traem. O que, por sua vez, reforçaria a inteligência delas.

007BONDeblog disse...

Mariana

boa tarde

Alguma vantagem os homens fiéis tinham que ter, e parece que é uma vantagem fundamental.

Como diria o poeta Vinicius;

"O mistério, é ser o homem de uma só mulher, pois ser de muitas, é para quem quer, não tem nenhum valor".

Tem um presente para você no 007BONDeblog, post sobre comentários.

Um abraço

17 de março de 2010 13:05

ZildaeAntonio disse...

Oi, Mariana
Excelente o seu Post. Graças a muita luta as mulheres conseguiram conquistar um lugar de destaque na sociedade e mais respeito dos homens. As mulheres da minha geração já não eram mais "amélias", elas então começavam a exercer profissões antes só exercidas pelos homens. Hoje vejo nossas filhas felizes, casadas, independentes e realizadas (como mulheres e profissionalmente).
Um abraço e tudo de bom!

Mariano P. Sousa disse...

ôI minha amiga e xará!
Andei meio sumido , cheio de correria rsrs.
mas eu acho que tudo que vem para equilibrar e melhorer é bom e vejo assim, é tão bom um relacionamento sincero, sem bico por fora, a cada dia ele se fortalece, se enraiza.
mas. Também acho que não tem a ver com a inteligência.
Beijão recheado de carinho proc!

Guará Matos disse...

A inteligência supera essas coisas.
A traição pode ser olhada de várias formas; "galinhagem", insatisfação com o (a) parceiro (a), necessidade de afirmação e dificuldade em realmente saber o que querer o que ser. As vezes o cara trái a mulher, mas não gosta de mulher e ainda não descobriu isso. E assim é da mesma forma com as mulheres que traem. Agora afirmar que os que não traem são mais inteligentes é mirar no que viu e acertar no que não viu. Acredito que essa seja uma daquelas pesquisas bobinhas e sem sentido.

Bjs lindíssima.

Guará Matos disse...

Por favor, onde esta ; (ponto e vírgula)desconsiderem. Na verdade eu pensei no : (dois pontos) e escorreguei.
Desculpem-me.

angela disse...

Interessante...legal
beijos

ValériaC disse...

Olá Mariana...ótimo texto e penso que os homens deveriam lê-lo com carinho e atenção...está mais que na hora de se quebrar este padrão de comportamento deles.
Beijos...

Marliborges disse...

Olá Mariana! Belo post, falou e disse. E o pior para eles é que nem tem como discordar, afinal são pesquisas, estudos, constatações, enfim. Veja você, tudo resumido à falta de QI, quem diria hein, rsrs! É muito divertido, rsrs.
Beijo grande.