quarta-feira, abril 13, 2011

Financiamento público:Nós pagamos.

Se alguém se arrepia de ouvir falar em financiamento público de campanha, talvez não tenha prestado atenção no quanto os partidos políticos recebem de dinheiro dos impostos e de multas aplicadas a eles mesmos quando infringem alguma lei. De janeiro a março deste ano, os 27 partidos legalmente inscritos no Tribunal Superior Eleitoral já receberam R$ 66,3 milhões. Até o final do ano, receberão, juntos, mais R$ 199 milhões, distribuídos de acordo com seu tamanho (veja tabela ao lado).

Do total de R$ 265 milhões do fundo partidário deste ano, somente R$ 36,1 milhões virão das multas. O resto é dinheiro do orçamento, que os partidos usam para manter suas estruturas e produzir os programas de rádio e TV que exibem em horário considerado gratuito, mas que também tem custo para os cofres públicos.

A maioria depende desse dinheiro para sobreviver. São poucos os que conseguem recursos expressivos com a contribuição de filiados. O PT, que recebe a maior fatia do fundo partidário – foram R$ 10,8 milhões nos primeiros três meses de 2011 –, é também o que mais arrecada, porque tem uma tradição de cobrar mensalidade dos filiados e uma espécie de dízimo dos que ocupam cargos nos governos do partido. Com milhares de cargos no governo federal e outros tantos nos Estados e municípios que administra, o PT chega capitalizado à próxima eleição e com maiores possibilidades de arrecadação, se persistir o financiamento privado das campanhas.

Os números sugerem que vale a pena criar um partido político, mesmo que ele seja um rotundo fracasso em matéria de resultado eleitoral. Sem representantes no Congresso, o folclórico PCO teria direito a receber no trimestre passado R$ 43,9 mil. Só não recebeu porque não está com as prestações de contas em dia. O PSTU, que também não tem deputados nem senadores, recebeu R$ 193,1 mil.

A fatia de cada um: Veja quanto cada partido recebeu do fundo partidário entre janeiro e março

Partido Valor (R$)

PT 10.831.697,14

PMDB 8.216.841,87

PSDB 7.416.130,47

PR 4.979.509,27

PP 4.770.812,22

DEM 4.654.435,61

PSB 4.581.810,74

PDT 3.238.472,41

PTB 2.730.930,94

PV 2.524.839,75

PSC 2.161.349,36

PC do B 1.933.685,52

PPS 1.689.286,65

PRB 1.341.069,34

PSOL 861.627,98

PMN 852.051,98

PHS 644.997,73

PTC 498.608,15

PSL 465.509,14

PT do B 385.969,28

PRTB 339.664,48

PRP 327.921,82

PTN 247.757,05

PSDC 241.670,02

PSTU 193.157,92

PCB 164.119,08

PCO* 43.960,84*

Valor total pago de janeiro a março:

R$ 66.337.886,76
Dotação orçamentária de 2011:

R$ 265.351.547,00
*A quantia destinada ao PCO permanece sem pagamento

Fonte:Zero Hora Rosane de Oliveira 03/04/11

15 comentários:

✿ chica disse...

E assim vamos nós,não é??/Que coisa! beijos,lindo dia!chica

Lis disse...

Mariana
Me arrepio , fico indignada e cada vez mais frustrada com tanta bandalheira, tanto dinheiro nas mãos de quem ?pra quê?
Nem tento compreender porque não deve haver muita explicação,nao é?
Nunca vejo informações sobre como utilizam ,certamente com essas campanhas ridículas e com o pessoal da patota deles...
Cobrar dos que trabalham em cargos do governo já seria pra mim um bom motivo pra nao trabalhar, é indecente!
O ex presidente sempre viveu desse dinheiro, só teve um trabalho numa tal fábrica como operário, depois nunca mais , ficou de sócio honorário do PT .
e muitos outros deles devem sobreviver a custa do dinheiro dos que trabalham.
Obrigada por esclarecer .
Só resta aprender a votar!!

abraços

Lidia Ferreira disse...

Minha querida ,
E isso vai continuar enquanto o povo não saber o seu poder , esta na mão do povo acabar com esses absurdos
otimo texto querida
bjs

Wanderley Elian Lima disse...

Pobre de nós brasileiros comuns, que temos que financiar essa corja, cujo único objetivo no poder, e ficar cada vez mais rica. Isso só vai mudar, quando todos nós, resolvermos não comparecer às urnas.
Bjux

lucidreira disse...

Essa a a herança maldita da democradura no nosso país.
E a arca política partidária cada dia enche mais. Pois nasceu mais um.
Abraço

puroamor disse...

além d ganharem tudo isto, eles ainda querem o financiamento das campanhas e querem aprovar logo.
É muito dinheiro eé muito roubo escancarado.

Toninhobira disse...

É muito dinheiro Mariana escorrendo pelos ralos,arrancados de nossos ja vazios bolsos.Eta país que nada se aplica a não ser esta sede e fome destes locupletadores famintos e desalmados.Que Deus nos livre de todos estes picaretas.Meu terno abraço.Boa informação para conscientizar.Bju de luz pela paz e alegria.Minha admiração sempre.

ONG ALERTA disse...

Náo é novidade...beijo Lisette.

jader/zezi disse...

Mariana...isto ñ e novidade, como diz D.Lisette, e ela deve saber muitas coisas sobre o assunto...mas é por isto q criam Partidos a todo momento...pois qualquer 1 pode fundar um AJUNTAMENTO DESTES PARA ANGARIAR DINHEIRO DO POVO PARA O CACIQUE MAIOR DO PARTIDO...sera q o POVO GAUCHO JA ESQUECEU AS DENUNCIAS ENVOLVENDO O EX-MARIDO DA YEDA E SUA EQUIPE DE CAMPANHA Q ATE AGORA Ñ FORAM ESCLARECIDAS...mas o cara funcionario do DETRAN JA FOI DEMITIDO A BEM DO SERVIÇO PUBLICO...e os CHEFES BANDIDOS ESTAO AI LIVRES,LEVES E SOLTOS...gastando algum q ainda sobrou da vigarice...- jader martins.-

rosa-branca disse...

Eles tiram, gastam, estragam e nós pagamos. É igual amiga em todo lado. Beijos com carinho

ValériaC disse...

Lamentável...absurdo as coisas serem assim...
Minha querida tenha um boa noite...beijos
Valéria

FERNANDO disse...

Oi, Mariana.
Todos nós temos direitos e deveres... O dever de pagar as contas e o direito de não reclamar (risos). E assim caminha a democarcia tupiniquim.
Beijos e um ótimo f.d.s.

Diana Carla disse...

Tem selinho no esconderijo pra você...

bjinhus e bom dia

Eduardo Medeiros disse...

pois é, mariana, mas alguma reforma política o brasil tem que fazer. sinceramente não sei o que é pior: ou o financiamento público ou o financiamento privado que depois manda a fatura ao político. mas o pior mesmo é que o financiamento público não vai inibir o caixa dois privado...o que seria melhor? acabar com os partidos????

abraços

Pensador disse...

Não importa a forma de financiamento, se pública ou privada, sempre somos nós que pagamos a conta.

Por isto, o importante é mesmo como você diz, aqui no seu blog, voto consciente e fiscalização.

Beijos!